Geral

Assessor de Serra deve ser investigado por boato contra Enem

O Ministério da Educação pediu uma investigação da Polícia Federal sobre os boatos das redes sociais de que o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, teria sido cancelado neste ano. A informação falsa teria vindo de Eden Wiedemann, integrante da campanha de José Serra, afirmam fontes do ministério. Serra disputa a prefeitura de São […]

Arquivo Publicado em 26/10/2012, às 12h26

None

O Ministério da Educação pediu uma investigação da Polícia Federal sobre os boatos das redes sociais de que o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, teria sido cancelado neste ano. A informação falsa teria vindo de Eden Wiedemann, integrante da campanha de José Serra, afirmam fontes do ministério. Serra disputa a prefeitura de São Paulo com o petista Fernando Haddad, que foi ministro da Educação entre 2005 e o começo de 2012. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.


Na última quarta-feira, o publicitário escreveu no Twitter: “Vai Haddad! MEC confirma cancelamento das provas do Enem”. Na mensagem, havia também um link de uma reportagem do portal Terra feita em 2009, sobre o cancelamento da prova. Wiedemann deve ser procurado nesta sexta-feira pela polícia, mas negou ser o causador do boato. “Querem criar um factoide. Escrevi um tuíte que dizia que o Haddad foi um ministro incompetente e publiquei a notícia do Terra. Nos meus tuítes pessoais, não escrevo nada em nome da campanha”, disse ele ao jornal.

Jornal Midiamax