Geral

Artesãs e culinaristas bolivianas se capacitam em cursos de projeto do Sebrae

Os cursos de capacitação promovidos pelo Sebrae, como parte do projeto MS Sem Fronteiras, começam a mudar a vida de bolivianas de Puerto Suarez, cidade a 22 km de Corumbá. “Eu não sabia quase nada, nem dar um ponto, mas depois de uma semana passei a costurar como as outras companheiras, e agora posso melhorar […]

Arquivo Publicado em 13/04/2012, às 23h44

None

Os cursos de capacitação promovidos pelo Sebrae, como parte do projeto MS Sem Fronteiras, começam a mudar a vida de bolivianas de Puerto Suarez, cidade a 22 km de Corumbá.


“Eu não sabia quase nada, nem dar um ponto, mas depois de uma semana passei a costurar como as outras companheiras, e agora posso melhorar meus rendimentos, é só aparecer quem compre nossos produtos”, revelou, emocionada, Margarita Reina, integrante da Associação de Artesãs do Pantanal.


Como resultado do que aprenderam no curso, as artesãs de Puerto Suarez confeccionaram 150 sacolas de lã com tecido proveniente de La Paz, e que agora podem ser comercializadas no comércio, substituindo as sacolas de plástico.


“O Departamento de Santa Cruz aprovou projeto limitando o uso de apenas três sacolas plásticas por consumidor, que deverão ser substituídas por sacolas retornáveis, este é o momento de introduzirmos as sacolas confeccionadas por nossas artesãs”, informou René Salomon, da Fundación Trabajo Empresa. “Também é uma forma de contribuirmos com o meio ambiente”, salientou Margarita. As sete bolivianas que se formaram no curso de culinária também mostraram suas novas habilidades, servindo no final do evento pastel de pollo, picante de língua e sopa tapada.


“Aprendemos receitas novas, e isso é importante para quem sobrevive cozinhando, como nós”, explicou a culinarista Sebastiana Urtado.

Jornal Midiamax