Geral

Árabes oferecem R$ 3 mi para tirar Emerson do Timão

Emerson Sheik pode estar de saída do Corinthians. Apesar de dizer que está feliz no time e desejar ficar, o jogador recebeu uma proposta praticamente irrecusável. O Al-Sadd, do Qatar, ofereceu salário mensal dez vezes maior do que o atacante recebe no Alvinegro paulista. De acordo com  o jornal o Diário de S. Paulo, desta […]

Arquivo Publicado em 02/01/2012, às 14h24

None

Emerson Sheik pode estar de saída do Corinthians. Apesar de dizer que está feliz no time e desejar ficar, o jogador recebeu uma proposta praticamente irrecusável. O Al-Sadd, do Qatar, ofereceu salário mensal dez vezes maior do que o atacante recebe no Alvinegro paulista.


De acordo com  o jornal o Diário de S. Paulo, desta segunda (2),o xeque Mohammed Bin Hamad, dono do Al-Sadd, ofereceu R$ 3 milhões mensais a Emerson. No Corinthians, o jogador recebe R$ 300 mil.


A proposta foi feita diretamente ao jogador, que tem contrato com o Corinthians até dezembro de 2013. Para tirar Emerson do Parque São Jorge, o Al-Sadd teria que bancar a multa rescisória do atacante. A proposta, contudo, não chegou ao presidente Roberto de Andrade.


O Al-Sadd já havia feito oferta para Emerson, mas o valor foi considerado baixo pelo jogador, que afirmou que só sairia se uma “proposta absurda” chegasse.


O interesse do Al-Sadd não é sem motivos. Emerson teve duas passagens pela equipe do Qatar (2005 a 2007 e 2008 a 2009), e fez sucesso por lá. O do
Mohammed Bin Hamad é membro da família real do Qatar e presidente da associação de futebol do país. Foi um dos responsáveis por levar a Copa do Mundo de 2022 para lá.


O time, que enfrentou o Barcelona no Mundial de Clubes da Fifa e foi derrotado por 4 a 0, tem como treinador o uruguaio Jorge Fossatti.

Jornal Midiamax