Geral

Após proibição de vendas, TIM antecipa lançamento de banda larga residencial

A TIM Participações (TIMP3) antecipou para esta quarta-feira (1º) o lançamento de banda larga residencial na cidade de São Paulo, onde oferecerá o serviço em mais de 200 mil domicílios, informou a companhia nesta terça-feira (31). A operadora, que se concentra no segmento móvel, utilizará a rede da AES Atimus –que comprou em 2011 por […]

Arquivo Publicado em 31/07/2012, às 17h31

None

A TIM Participações (TIMP3) antecipou para esta quarta-feira (1º) o lançamento de banda larga residencial na cidade de São Paulo, onde oferecerá o serviço em mais de 200 mil domicílios, informou a companhia nesta terça-feira (31).

A operadora, que se concentra no segmento móvel, utilizará a rede da AES Atimus –que comprou em 2011 por R$ 1,6 bilhão– para oferecer os serviços fixos residenciais de banda larga a partir de R$ 89,90 mensais.

A medida acontece após a TIM ter sofrido sanções da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em telefonia móvel, com vendas suspensas em 18 Estados e no Distrito Federal, em meio a crescentes reclamações sobre a qualidade do serviço.

As operadoras Oi (OIBR4) e Claro também tiveram vendas suspensas em alguns Estados.

A TIM anunciou na segunda-feira lucro líquido de R$ 346,8 milhões no segundo trimestre de 2012, menor do que os R$ 350 milhões registrados um ano antes.

Impedida de vender novos chips em 18 Estados e no Distrito Federal, a TIM é a operadora mais afetada pela proibição da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Somadas, essas regiões responderam por 63,73% das linhas da operadora em junho (no mês passado foram 68,87 milhões de novas linhas da TIM em todo o país, segundo dados da Anatel).

Jornal Midiamax