Geral

Após mortes de soldados, França decide continuar no Afeganistão

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, e o chanceler francês, Alain Juppé, decidiram neste sábado “trabalhar de forma conjunta” a fim de garantir o prosseguimento da missão internacional no Afeganistão, informou o Departamento de Estado americano. Em uma conversa com Juppé, Hillary apresentou suas condolências pela morte de quatro soldados franceses no Afeganistão ne...

Arquivo Publicado em 22/01/2012, às 01h51

None

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, e o chanceler francês, Alain Juppé, decidiram neste sábado “trabalhar de forma conjunta” a fim de garantir o prosseguimento da missão internacional no Afeganistão, informou o Departamento de Estado americano.

Em uma conversa com Juppé, Hillary apresentou suas condolências pela morte de quatro soldados franceses no Afeganistão nesta sexta-feira, fato que levou o presidente da França, Nicolas Sarkozy, a pensar em antecipar o fim da missão, segundo o comunicado do Departamento de Estado.

Um dos soldados mortos foi o sargento-chefe francês Svilen Simeonov, da Força Internacional de Assistência à Segurança no Afeganistão (Isaf).

Jornal Midiamax