Geral

Após discussão, marido ateia fogo na casa em Sete Quedas

Um homem de 28 anos figura como principal suspeito de atear fogo na própria casa em Sete Quedas, na fronteira com o Paraguai. O fato aconteceu na noite dessa quinta-feira (13), nas proximidades do Conjunto Habitacional Iporã. De acordo com a Polícia Militar de Sete Quedas, que atendeu a ocorrência, momentos antes do incêndio, a […]

Arquivo Publicado em 14/12/2012, às 12h09

None
893827667.jpg

Um homem de 28 anos figura como principal suspeito de atear fogo na própria casa em Sete Quedas, na fronteira com o Paraguai. O fato aconteceu na noite dessa quinta-feira (13), nas proximidades do Conjunto Habitacional Iporã.


De acordo com a Polícia Militar de Sete Quedas, que atendeu a ocorrência, momentos antes do incêndio, a esposa do suspeito, uma mulher de 29 anos, teria ligado para a central de comunicações do Grupamento PM dizendo que seu marido, com quem vivia há cerca de 8 meses, estava bastante alterado , a ameaçava de morte a impedia de entrar na própria residência para apanhar seus pertences.


De acordo com relatos da vítima o suspeito, Noel da Silva Fernandes, também ameaçava atear fogo na casa, caso ela acionasse a polícia.


Diante da situação, uma equipe da Policia Militar se deslocou até o local onde a vítima estava “refugiada”, na casa de familiares e escoltou a mulher até sua residência para apanhar, com segurança, seus pertences pessoais como roupas e objetos.


Segundo a PM, Noel estava na casa quando a viatura chegou conduzindo a vítima, mas ao notar a presença dos policiais, ele fugiu do local.


Após apanhar seus pertences, a mulher foi levada de volta a casa de familiares para passar a noite em segurança e quando a guarnição PM se deslocava para a Delegacia para registrar a ocorrência, cerca de 20 minutos depois, recebeu a informação que a residência estava em chamas.


O fogo se alastrou rapidamente pela casa, que era de madeira e, segundo informações repassadas à polícia, era alugada ao casal, vindo a destruir completamente o imóvel e todos os pertences da família, inclusive fogão e geladeira.


Como Sete Quedas não conta com uma unidade do Corpo de Bombeiros, moradores da região uniram forças e com o emprego de mangueiras e baldes de água, impediram que as chamas atingisse outra casa em construção que fica ao lado da residência incendiada.


A Polícia Militar de Sete Quedas registrou um boletim de ocorrência relatado do fato e encaminhou para a Delegacia de Polícia Civil local, que vai investigar o caso.


Para a polícia, como Noel teria ameaçado atear fogo na casa anteriormente, ele figura como o principal suspeito de ter provocado o incêndio.


Moradores da região informaram que esteve no local, que brigas eram constantes entre o casal devido a atitude agressiva do marido.

Jornal Midiamax