Geral

Após denúncia, PM ‘estoura’ boca de fumo da loira’ em Campo Grande

Em rondas pela rua Comandante Elias Ferreira, na Vila Bordon, em Campo Grande, policiais militares avistaram um homem saindo de uma casa conhecida como ‘a boca de fumo da loira e do ligeirinho’, inclusive através de denúncias por meio do 181. Ronelto da Rocha Gomes, 41 anos, estava em uma motocicleta Fan preta, placa HTR […]

Arquivo Publicado em 08/10/2012, às 19h04

None

Em rondas pela rua Comandante Elias Ferreira, na Vila Bordon, em Campo Grande, policiais militares avistaram um homem saindo de uma casa conhecida como ‘a boca de fumo da loira e do ligeirinho’, inclusive através de denúncias por meio do 181. Ronelto da Rocha Gomes, 41 anos, estava em uma motocicleta Fan preta, placa HTR 3821, na tarde de ontem (7), quando foi abordado.


Ele apresentou nervosismo e disse que estava ali apenas para deixar um conhecido. Porém, em seu capacete, embaixo do forro, foram localizados sete papelotes de cocaína. Ronelto então confessou que comprou na boca de fumo com um homem conhecido na região como ‘Leandro Ligeirinho’.


Na casa os militares então surpreenderam uma mulher de cabelos loiros, identificada como Micheli Daiani Calonga Lopes, 28 anos. Ela seria mulher do Leandro Rodrigo de Oliveira, 27 anos, vulgo ‘ligeirinho’, que fugiu logo que avistou a guarnição. O conhecido de Ronelto, de apelido ‘Bolívia’, também fugiu em região a Vila Romana.


Durante varredura na casa então foi encontrado três papelotes de cocaína e uma porção que daria, segundo os PM´s, para preparar mais 10 papelotes, além de uma peneira. No corpo de Michele também estavam escondidos mais dois papelotes.


Micheli e Leandro foram levados para a Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), juntamente com a droga. Com a autora foi encontrada a quantia de R$ 24,70 em notas pequenas de R$ 5 e R$2.


E, durante o deslocamento para delegacia, foi solicitado apoio do pelotão coophatrabalho, com a intenção deles retornarem a boca de fumo na tentativa de localizar Leandro, onde ele foi pego em flagrante, no momento em que o mesmo saia de dentro do matagal. Após uma revista e um tênis que estava na varanda da casa, próximo ao autor Ligeirinho, foi encontrada mais uma porção grande de cocaína.


A droga, segundo a PM, daria em torno de 30 papelotes para venda. Todos os autores foram presos por tráfico de drogas.

Jornal Midiamax