Geral

Após a 13ª cirurgia, bebê de 8 meses com hidrocefalia volta para casa com os pais

Uma história feita de luta, desafios, conquistas. Assim tem sido a vida da família de Klayton Santos Lima, pai de Kaic, conhecido como pequeno guerreiro. Nesta quinta-feira, Kaic teve alta do Hospital Evangélico e voltou para a casa com os pais. Nascido em janeiro deste ano, o pequeno guerreiro enfrentou várias batalhas nesses pouco mais […]

Arquivo Publicado em 12/10/2012, às 12h32

None
1816915434.jpg

Uma história feita de luta, desafios, conquistas. Assim tem sido a vida da família de Klayton Santos Lima, pai de Kaic, conhecido como pequeno guerreiro. Nesta quinta-feira, Kaic teve alta do Hospital Evangélico e voltou para a casa com os pais.


Nascido em janeiro deste ano, o pequeno guerreiro enfrentou várias batalhas nesses pouco mais de oito meses de vida. Ao todo foram 13 cirurgias, sendo seis na cabeça e o restante na coluna e região do abdome.


Na última cirurgia, realizada na terça-feira, os médicos implantaram a válvula definitiva na cabeça de Kaic, responsável por drenar a água que acumula no cérebro. Kaic nasceu com síndrome de Arnold Chiari tipo 2, que acarreta a hidrocefalia e a mielomeningocele.


De volta para a casa a família agora tem outro desafio. Amambai não tem atendimento de fisioterapia especializado que Kaic necessita, somente Dourados e cidades de maior porte. Com problema na coluna, o pequeno guerreiro precisará de estímulos para andar. O garoto tem dificuldade de mexer pernas e pés.


E embora a válvula definitiva foi implantada em Kaic, o pequeno guerreiro deverá ser acompanhado de perto pelos neurologistas que fizeram a sua cirurgia e periodicamente terá que retornar a Dourados.


TCHAU HOSPITAL EVANGÉLICO


Um dia antes de receber alta, o quarto 124 do Evangélico, o mais famoso dos últimos 52 dias, recebeu muitas visitas. As despedidas a Kaic e aos pais Klayton e Rosirene foram grandes. Em Dourados a família conquistou amigos, grande maioria virtual, porém uma boa parcela fez questão de conhecê-los pessoalmente no hospital.


Na rede social Facebook Klayton agradeceu todos os amigos que acompanharam a sua família durante a permanência em Dourados. “Quero agradecer do fundo do coração. Muito obrigado por tudo. Que Deus abençoe a todos e ilumine a vida de cada um de vocês”. A última postagem, por volta das 13h desta quinta-feira, Klayton colocou a foto de Kaic e escreveu: “Tchau Hospital Evangélico, fuiiii…”


A força da rede social é tão grande que em minutos Klayton foi correspondido por mais de 100 comentários. Foi por meio do Facebook que sua família conquistou amigos, alguns deles de outros estados, como Rio de Janeiro, mas a maioria de Dourados e cidades vizinhas, como Itaporã, Ponta Porã e até de Campo Grande.


Desde que nasceu em janeiro deste ano, no Hospital Universitário de Dourados, Kaic passou poucos dias em casa na companhia dos pais. Grande parte desses primeiros oito meses do pequeno guerreiro foram dentro do HU e Evangélico, entre UTI e enfermaria. *—–

Jornal Midiamax