Geral

Aplausos, discursos e flores marcam o enterro de Dona Canô

Ao som de músicas religiosas, muitos aplausos, discursos de populares e flores, o corpo de Dona Canô Velloso foi enterrado no final da manhã desta quarta-feira (26) no cemitério de Santo Amaro (a 71 km de Salvador). Durante toda a noite de terça-feira e madrugada, a matriarca da família Velloso foi velada publicamente no Memorial […]

Arquivo Publicado em 26/12/2012, às 22h02

None
364920957.jpg

Ao som de músicas religiosas, muitos aplausos, discursos de populares e flores, o corpo de Dona Canô Velloso foi enterrado no final da manhã desta quarta-feira (26) no cemitério de Santo Amaro (a 71 km de Salvador). Durante toda a noite de terça-feira e madrugada, a matriarca da família Velloso foi velada publicamente no Memorial Caetano Veloso. Cerca de 5.000 pessoas passaram pelo local, de acordo com informações da Polícia Militar. Quando o corpo chegou ao memorial, os sinos da igreja de Nossa Senhora da Purificação ecoaram por quase cinco minutos.



Dona Canô Veloso morreu na manhã de terça-feira de Natal, em sua casa, aos 105 anos, ao lado de todos os filhos, com exceção de Caetano, que estava em Salvador. O cantor e compositor retornou para sua cidade natal somente no final da tarde, pouco tempo antes de o corpo de dona Canô deixar a casa. Caetano e a empresária Paula Lavigne, sua ex-mulher, entraram por um portão localizado nos fundos da residência, onde não havia jornalistas e curiosos.



Devido ao agravamento do seu estado de saúde, a família trocou a ceia de Natal por orações. “Por mais que nos últimos meses os seus problemas de saúde tenham se intensificado, nós nunca estamos preparados para o pior, para o inevitável. Mas minha mãe deixou uma lição linda, ela foi exemplar em todos os sentidos”, disse o filho Rodrigo Velloso.



Antes do enterro, houve uma missa de corpo presente na igreja de Nossa Senhora da Purificação. Pouco antes da celebração, o monsenhor Walter Andrade disse que Dona Canô sempre teve personalidade. “Ela nunca viveu à sombra dos filhos (Caetano Veloso e Maria Bethânia) famosos”, falou. Em sua homilia, o padre afirmou que ela fez da simplicidade sua principal característica. “Dona Canô tratou a todos da mesma forma e sempre colocou os interesses de Santo Amaro à frente de tudo.”


Jornal Midiamax