Geral

Anderson Silva afirma que “está pronto” para enfrentar St. Pierre

Georges St. Pierre voltou em grande estilo ao octógono no UFC 154. O lutador canadense venceu Carlos Condit na madrugada deste domingo (horário de Brasília) e manteve o cinturão dos meio-médios do Ultimate. Após a vitória, St. Pierre não confirmou a aguardada luta contra o brasileiro Anderson Silva e afirmou que precisa de “um tempo […]

Arquivo Publicado em 18/11/2012, às 15h55

None
1946252172.jpg

Georges St. Pierre voltou em grande estilo ao octógono no UFC 154. O lutador canadense venceu Carlos Condit na madrugada deste domingo (horário de Brasília) e manteve o cinturão dos meio-médios do Ultimate. Após a vitória, St. Pierre não confirmou a aguardada luta contra o brasileiro Anderson Silva e afirmou que precisa de “um tempo para pensar” sobre as possibilidades. Já o presidente do UFC, Dana White, afirmou que irá organizar o duelo, que vale o título de “melhor lutador peso-por-peso do mundo”.



No início da semana, Dana White disse que poderia organizar o evento para o próximo mês de maio. “Anderson Silva quer, eu quero… Agora temos que fazer isso acontecer. Vou fazer essa luta do GSP acontecer… Provavelmente em maio”. Apesar do entusiasmo dos fãs de MMA ao redor do mundo, St. Pierre preferiu despistar ao ser questionado sobre a confirmação do combate. Perguntado sobre Anderson Silva, o lutador canadense disse que queria descansar, após “apanhar muito” de Condit, e que agora é hora de tirar férias.



“Tomei golpes muito duros na cabeça, não consigo pensar nisso”, brincou. “Preciso parar um pouco para pensar onde quero levar a minha carreira. É uma grande decisão e quero ter certeza que vou tomar a decisão certa”, completou.



St. Pierre reclamou sobre as especulações de um comabete com Anderson antes mesmo da luta com Carlos Condit ser realizada. “Eu não tinha voltado ainda e já falavam de Anderson Silva. Isso foi desrespeitoso comigo e com o meu adversário”, afirmou o canadense, que estava ausente do octógono desde abril do ano passado, por conta de uma lesão no joelho.



Com o rosto muito machucado após a luta com Condit, St. Pierre chegou a especular sobre a possível categoria de peso que seria usada para o combate contra o Anderson Silva. “É uma boa pergunta. Sei que quando o Anderson Silva tinha uns 20 e poucos anos ele chegou a lutar com 76kg, mas não sei quantos quilos ele tem atualmente. Eu não consigo ‘brincar’ muito com meu peso. Luto sempre com 77kg. Eu até posso aparecer com 80kg… e ele pode aparecer com 93kg, 100kg. Anderson é um cara realmente muito grande. Não sei o que pode acontecer, mas o UFC pode fazer mágica”, brincou o lutador.



No que depender de Anderson Silva a luta deve acontecer. Antes, O brasileiro havia dito que só voltaria a lutar no fim de 2013, mas parece que mudou de ideia. “Spider” já deixou nas entrelinhas que seu principal objetivo é lutar contra St. Pierre. Para isso, estaria disposto até a entrar no octógono no começo do ano.



O brasileiro viajou até Montreal para acompanhar o UFC 154 e assistiu atentamente a vitória do canadense, ao lado do brasileiro Lyoto Machida. Antes do evento começar, Anderson ressaltou que espera realizar a superluta. “Meu primeiro objetivo é o St. Pierre. O segundo? Talvez Jon Jones. Não sei. Isso é decisão do Dana White e com o Jones não tem nada real. Mas essa é uma decisão do Dana White”, completou.



Além de acompanhar o combate de seu provável próximo adversário, Anderson Silva também teve outra participação no Canadá. “Spider” esteve presente no corner do brasileiro Rodrigo Damm, já que ambos treinaram juntos no Rio de Janeiro recentemente. Damm perdeu uma boa oportunidade para se consolidar entre os pesos pena do UFC, ao ser derrotado pelo canadense Antonio Carvalho, em decisão dividida dos juízes. Anderson passou a luta toda dando instruções ao amigo, mas não levou sorte ao brasileiro.



Anderson e St. Pierre são os campeões que há mais tempo dominam as suas respectivas categorias. O brasileiro é dono do cinturão dos pesos médios desde outubro de 2006 e tem 16 vitórias seguidas no Ultimate. Já St. Pierre domina os meio-médios desde dezembro de 2007.


Jornal Midiamax