Geral

Anatel avalia em novembro as empresas de telefonia celular

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, informou hoje (9) que a agência vai fazer uma avalização em novembro sobre o cumprimento dos planos apresentados pelas empresas de telefonia celular, depois da suspensão de vendas ocorrida em julho. “As empresas apresentaram um plano, vai ter uma avaliação agora em novembro sobre essas […]

Arquivo Publicado em 09/10/2012, às 22h06

None

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, informou hoje (9) que a agência vai fazer uma avalização em novembro sobre o cumprimento dos planos apresentados pelas empresas de telefonia celular, depois da suspensão de vendas ocorrida em julho.



“As empresas apresentaram um plano, vai ter uma avaliação agora em novembro sobre essas questões. Algumas empresas estão mais avançadas que as outras, mas vamos fazer outra avaliação com relação a isso. Se precisar vamos tomar outras providências no sentido que o sistema tenha uma melhora contínua. Nós vamos trabalhar no sentido de que haja uma melhoria substancial em relação ao serviço que está sendo prestado”, disse.



Rezende participou hoje (9) do Futurecom, o maior evento de tecnologia da informação (TI) e telecomunicações da América Latina, que ocorre até quinta-feira no RioCentro. O presidente da Anatel falou também sobre a assinatura dos termos de compromisso com os vencedores do leilão de exploração da faixa 4G.



“As empresas estão se preparando, vão iniciar a compra de equipamentos, então é só a assinatura do termo. Nós esperamos que elas cumpram rigorosamente o que está no edital e, na Copa das Confederações, vamos ter já o 4G funcionando comercialmente”.



De acordo com Rezende, as sete cidades-sede da Copa das Confederações terão a tecnologia implantada já no ano que vem. Para 2014, o 4G deve estar disponível em todas as cidades-sede da Copa do Mundo, para depois a tecnologia, que é dez vezes mais rápida do que a 3G, chegar a todo o Brasil.


Jornal Midiamax