Geral

Americana considerada a pessoa mais velha do mundo morre aos 116

Considerada a pessoa mais velha do mundo, a americana Besse Cooper morreu nesta terça-feira, em Monroe, no Estado americano da Geórgia, aos 116 anos. As informações são da CNN, que não especificou as causas da morte. “Ela teve uma vida longa e proveitosa”, declarou Sidney, filho de Besse. Segundo ele, a melhor fase da vida […]

Arquivo Publicado em 05/12/2012, às 10h56

None
1642066540.jpg

Considerada a pessoa mais velha do mundo, a americana Besse Cooper morreu nesta terça-feira, em Monroe, no Estado americano da Geórgia, aos 116 anos. As informações são da CNN, que não especificou as causas da morte.


“Ela teve uma vida longa e proveitosa”, declarou Sidney, filho de Besse. Segundo ele, a melhor fase da vida da mãe foi por volta dos 80 anos.


Nascida no dia 26 de agosto de 1896, Besse foi oficializada como a pessoa mais velha do mundo em janeiro de 2011, quando entrou no Guinness Book.


Por um curto período, ela perdeu o posto para Maria Gomes Valentim, brasileira que conseguiu comprovar ser 48 dias mais velha. Maria, porém, morreu em junho de 2011, semanas antes de completar o 115º aniversário, e a americana retomou a honraria.


“Não me intrometo na vida dos outros e não como porcarias”, declarou Besse em 2011, tentando explicar o segredo da longevidade.


Somente oito pessoas em toda a história foram documentadas com vida até os 116 anos. A mais velha já registrada, de acordo com o Guinness, foi Jeanne Louise Calment, que morreu na França, em 1997, com 122.

Jornal Midiamax