Geral

Alunos de escola em Sidrolândia se revoltam pela demora de instalação de ar-condicionado

Os alunos da Escola Estadual Sidrônio Antunes de Andrade estão recusando  entrar em sala de aula por motivo do imenso  calor que segundo os alunos esta insuportável dentro das salas. Eles resolveram fazer  uma “greve” cobrando a instalação de todos os 26 climatizadores de ar  que se ja se encontram na escola mas ainda não […]

Arquivo Publicado em 03/09/2012, às 18h17

None
291478564.jpg

Os alunos da Escola Estadual Sidrônio Antunes de Andrade estão recusando  entrar em sala de aula por motivo do imenso  calor que segundo os alunos esta insuportável dentro das salas.


Eles resolveram fazer  uma “greve” cobrando a instalação de todos os 26 climatizadores de ar  que se ja se encontram na escola mas ainda não foram instalados.


O diretor da escola Vili Tognon informou a nossa reportagem que para instalar 26 aparelhos de  ar- condicionados que se encontram dentro  escola Sidrônio  desde abril de 2012 é preciso ser trocado o transformador que fica em frente a escola.


Segundo os próprios alunos que estão organizando a greve ninguém aguenta entrar na sala por motivo do calor insuportável.


Os aparelhos de ar condicionados foram adquiridos com verba de uma emenda parlamentar do deputado Marcio Monteiro PSDB, a pedido do vereador Di Cezar PSDB de Sidrolândia.


Segundo os alunos da escola Sidrônio, o governador informou que só ira instalar os aparelhos após as eleições para prefeito da Capital, ele alega que não esta sendo possível atender ao pedido dos alunos, por este motivo, os alunos se revoltaram  com o governador , e  por este motivo optaram pela greve.

Jornal Midiamax