Geral

Alunos de auto-escola suspensa pelo Detran só podem fazer provas a partir de segunda-feira

Auto-escola foi suspensa por fraude em comprovante de residência de alunos e penalidade prejudica quem está com exame em andamento

Arquivo Publicado em 24/04/2012, às 14h49

None

Auto-escola foi suspensa por fraude em comprovante de residência de alunos e penalidade prejudica quem está com exame em andamento

Os alunos do CFC (Centro de Formação de Condutores) San Marino, que está suspenso pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito), só poderão fazer as provas a partir de segunda-feira (30). De acordo com o Departamento, a auto-escola sofreu a penalidade por ter apresentado falsificação em comprovantes de residência de seis alunos, os quais foram registrados no local onde residiam duas funcionárias, o que foi caracterizado como fraude.

O proprietário da San Marino, Jânio Ricci, disse que os funcionários ligados ao caso foram demitidos e que ele só tomou conhecimento da irregularidade após o incidente. Ele se defendeu das acusações e disse que o Detran agiu arbitrariamente. “O Departamento foi arbitrário porque nosso caso é de advertência, não de suspensão. Também foi arbitrário com os alunos porque a suspensão não pode ser aplicada para aulas em andamento. Com isso ficamos com 400 alunos sem poder agendar os exames”, explicou.

Alunos que preferiram não se identificar disseram a reportagem que estão tendo problemas por conta da suspensão, pois já pagaram os valores e a auto-escola está desmarcando os exames. Outro declarou ainda que está prestes a perder o serviço, porque está em mudança de categoria e seu patrão tem prazos. O Detran informou que os alunos que estão com prazo para realização de exames vencendo podem trocar de CFC, sem ônus financeiro, já os demais não terão problemas, uma vez que a suspensão vence na próxima segunda.

Jornal Midiamax