Geral

Alimentos orgânicos não têm mais nutrientes que os convencionais, aponta estudo

A carne e outros produtos orgânicos no geral não são melhores do que alimentos convencionais quando se trata de vitaminas e nutrientes, embora normalmente reduzam a exposição a pesticidas e bactérias resistentes a antibióticos, apontou um estudo realizado nos EUA. “As pessoas escolhem comprar alimentos orgânicos por muitas razões diferentes. Uma delas é o benefício […]

Arquivo Publicado em 04/09/2012, às 18h09

None

A carne e outros produtos orgânicos no geral não são melhores do que alimentos convencionais quando se trata de vitaminas e nutrientes, embora normalmente reduzam a exposição a pesticidas e bactérias resistentes a antibióticos, apontou um estudo realizado nos EUA.

“As pessoas escolhem comprar alimentos orgânicos por muitas razões diferentes. Uma delas é o benefício percebido para a saúde”, disse Crystal Smith-Spangler, que liderou uma equipe de pesquisadores da Universidade de Stanford e do Veterans Affairs Palo Alto Health Care.

“Nossos pacientes, nossas famílias perguntam: ‘Bem, há razões de saúde para escolher alimentos orgânicos em termos de conteúdo nutricional ou resultados à saúde humana?'”

Ela e seus colegas revisaram mais de 200 estudos que compararam a saúde das pessoas que ingeriram ou alimentos orgânicos ou convencionais. Também compararam, mais frequentemente, os níveis de nutrientes e contaminantes nos próprios alimentos.

Os alimentos incluíram frutas, vegetais, grãos, carne, ovos e leite orgânicos e não-orgânicos.

De acordo com padrões do Departamento de Agricultura dos EUA, as fazendas orgânicas têm que evitar o uso de pesticidas sintéticos e fertilizantes, hormônios e antibióticos. Gados em criação orgânica também devem ter acesso a pastagens durante a estação de pastoreio.

Muitos dos estudos utilizados, no entanto, não especificaram seus padrões para o que consideraram alimentos “orgânicos”, que podem custar até o dobro dos alimentos convencionais, escreveram os pesquisadores na publicação Annals of Internal Medicine.

Smith-Spangler e seus colegas descobriram que não havia diferença na quantidade de vitaminas em vegetais ou produtos de origem animal produzidos organicamente e convencionalmente – e a única diferença nutricional foi ligeiramente mais fósforo nos produtos orgânicos.

Jornal Midiamax