Geral

Alegre, Neymar analisa 2012 e diz: ‘não me vejo fora do Santos’

O assédio internacional para cima do santista Neymar, que tem contrato com o Santos válido até julho de 2014, segue em alta. Principal nome da equipe, o atacante, 20 anos, afirma: nem pensa em se transferir para um clube europeu atualmente, às vésperas da Copa do Mundo sediada em território nacional. Além dos objetivos pelo […]

Arquivo Publicado em 24/12/2012, às 20h26

None

O assédio internacional para cima do santista Neymar, que tem contrato com o Santos válido até julho de 2014, segue em alta. Principal nome da equipe, o atacante, 20 anos, afirma: nem pensa em se transferir para um clube europeu atualmente, às vésperas da Copa do Mundo sediada em território nacional.



Além dos objetivos pelo Santos, que volta a disputar a Copa do Brasil após duas temporadas que trouxeram título e terceiro lugar da Libertadores em 2011 e 2012, Neymar afirma que seu grande momento em 2013 será a Copa das Confederações, última competição oficial pela Seleção Brasileira antes do Mundial. Ansioso, o jogador refletiu sobre a temporada projetando que o presente de Natal virá em 2014, com o sohado hexacampeonato.



“Se falar que não estou pensando na Copa das Confederações é mentira, porque é uma oportunidade rara de disputar competições pela Seleção Brasileira. E hoje me sinto mais preparado do que na Copa América. Estou bastante ansioso e espero fazer um bom trabalho, porque querendo ou não o foco é a Copa do Mundo e o presente de Natal vai vir”, prometeu o camisa 11, à TV Bandeirantes, lembrando até da traumática eliminação na Copa América de 2011.



Segundo o jornal Mundo Deportivo, um representante do Manchester City deve chegar ao Brasil após o Natal para tentar viabilizar a contratação de Neymar junto ao Santos. O atacante santista, porém, disse que não aceitará qualquer convite em função da felicidade em vestir a camisa do Santos.



“Estou feliz, jogando meu futebol tranquilo, alegre, indo trabalhar feliz. E isso é muito importante, porque se estiver chateado seu rendimento já abaixa. Estou feliz no Santos, com minha família, filho, amigos, então não é o momento de sair. Vai chegar o momento, porque é um sonho que tenho desde criança de ir para a Europa, mas ainda não chegou a hora e não tenho preferência por clube ou país. Hoje não me vejo jogado por outra equipe”, esclareceu o maior ídolo santista da atualidade, cuja multa rescisória é avaliada em 45 milhões de euros.



Para encerrar a temporada 2012, Neymar ainda falou sobre o seu momento mais feliz – o dia 3 de novembro, quando marcou três gols e ajudou o Santos a golear o Cruzeiro, no estádio Independência. Após a partida, o camisa 11 do Peixe foi aplaudido de pé pela torcida do clube mineiro que apoiava seu time, mal na tabela de classificação.



“Até arrepia quando eu falo, porque é uma emoção muito diferente, nunca esperava que fosse acontecer comigo. Fiquei até envergonhado de ser aplaudido por outra torcida, uma das melhores coisas que aconteceu na minha vida. Esse momento foi uma emoção que não teve igual, só não chorei porque estava jogando”, encerrou Neymar, em busca do tetracampeonato paulista no primeiro semestre de 2013.


Jornal Midiamax