Geral

Agesul: Empreiteira receberá R$ 271 mil por ‘projeto’ de asfalto em trecho do Aero Rancho

Só a elaboração do ‘projeto de engenharia’ para asfaltar um trecho no Bairro Aero Rancho, em Campo Grande, vai custar para os cofres públicos de Mato Grosso do Sul mais de R$ 270 mil. Exatos R$ 186.119,89 (Cento e oitenta e seis mil, cento e dezenove reais e oitenta e nove centavos) serão pagos pela Agesul […]

Arquivo Publicado em 09/03/2012, às 11h03

None

Só a elaboração do ‘projeto de engenharia’ para asfaltar um trecho no Bairro Aero Rancho, em Campo Grande, vai custar para os cofres públicos de Mato Grosso do Sul mais de R$ 270 mil.


Exatos R$ 186.119,89 (Cento e oitenta e seis mil, cento e dezenove reais e oitenta e nove centavos) serão pagos pela Agesul (Agencia Estadual de Empreendimento de Mato Grosso do Sul)  para a empreiteira Schettini Engenharia Ltda, de acordo com o extrato do contrto 51/2012, publicado nesta sexta-feira (9). Mas não está inclusa a realização do asfaltamento.


Segundo as informações oficiais, tudo que a Schettini realizará será a “Execução da prestação dos serviços de elaboração de projeto de engenharia – complexo Aero Rancho, etapa A, compreendendo: Av. Graciliano Ramos, Rua Charlote, Rua Raquel de Queiroz, Av. Costa de Mello, numa área de pavimento de 43.500,00 m², no município de Campo Grande”.


Na prática, segundo a Agesul, esses 43,5 mil metros quadrados de asfaltamento não passam de 6 quilômetros lineares de rua. No entanto, o órgão afirma que o extrato publicado hoje se refere às três etapas de asfaltamento, que somariam pouco mais de 12 quilômetros de ruas. Não é o que consta no objeto do extrato divulgado pelo Diário Oficial de MS.


Na verdade, na mesma edição do DO, foi publicado também o extrato do contrato 53/2012, que direciona mais R$ 85.240,78 (Oitenta e cinco mil, duzentos e quarenta reais e setenta e oito centavos) para a mesma empreiteira pela execução da “etapa D” do mesmo projeto, numa área de pavimento de 24.482,92 m².


A empreiteira Schettini terá três meses de prazo para realizar apenas os projetos, segundo o secretário de obras e diretor da Agesul, Wilson Cabral Tavares, que assina como ordenador de despesas.


A dotação orçamentária usa o Programa de Trabalho 26.782.0022.2381.0000, com Fonte de Recursos 0100000000 e Natureza de Despesas 4.4.90.51. (Texto editado às 8h45 para acréscimo de informações // Título alterado: Agesul: Empreiteira receberá R$ 186 mil por ‘projeto’ de asfalto em trecho do Aero Rancho)

Jornal Midiamax