Geral

Acusados de tentar matar dentista por recompensa vão a júri nesta quinta

o crime teria sido encomendado pelo ex-marido da vítima, o pecuarista O. J. de A., que seria também submetido a júri popular nesta quinta, mas será realizado no mês de agosto

Arquivo Publicado em 19/07/2012, às 10h59

None

o crime teria sido encomendado pelo ex-marido da vítima, o pecuarista O. J. de A., que seria também submetido a júri popular nesta quinta, mas será realizado no mês de agosto

Vão a julgamento nesta quinta-feira (19), a partir das 8 horas, na 1ª Vara do Tribunal do Júri, J. R. C. e J. G. de O., acusados de tentativa de homicídio da dentista J. S. de M. no dia 7 de julho de 2009, na cidade de Costa Rica, mediante promessa de recompensa e emprego de veneno. Os dois réus são acusados de serem os intermediários entre o mandante e o executor do crime.


Segundo a denúncia, o crime teria sido encomendado pelo ex-marido da vítima, o pecuarista O. J. de A., que seria também submetido a júri popular nesta quinta, no entanto, diante do pedido da defesa, houve o desmembramento de seu julgamento que deverá ser realizado no mês de agosto.


O primeiro acusado do crime, J. dos S. (o executor), foi submetido a julgamento em Costa Rica e condenado a oito anos e oito meses de reclusão. O processo dos outros três envolvidos também tramitava em Costa Rica, no entanto, O. J. de A. pediu a transferência do caso para Capital sob o argumento de que diante da repercussão do fato na pequena cidade, não haveria possibilidade dos jurados serem imparciais e também que não seria possível realizar de forma segura o julgamento.


O feito foi então transferido para Campo Grande. Ele está preso no Presídio Federal de Segurança Máxima, os outros dois acusados estão no Instituto Penal de Campo Grande.

Jornal Midiamax