Geral

Acadêmicos da UFMS protestam em rede social contra falta de segurança em Corumbá

Acadêmicos do Campus do Pantanal da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, apelaram para as redes sociais, para pedir mais segurança nas unidades de ensino de Corumbá. Os acadêmicos estão compartilhando uma imagem com os seguintes dizeres: “Queremos segurança para estudar, precisamos de mais policiamento ao redor das unidades da UFMS CPAN. #Compatilhem”. A […]

Arquivo Publicado em 14/12/2012, às 18h09

None
1788741583.jpg

Acadêmicos do Campus do Pantanal da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, apelaram para as redes sociais, para pedir mais segurança nas unidades de ensino de Corumbá. Os acadêmicos estão compartilhando uma imagem com os seguintes dizeres: “Queremos segurança para estudar, precisamos de mais policiamento ao redor das unidades da UFMS CPAN. #Compatilhem”.



A mobilização começou após acadêmicos da Unidade II – Eubéa Senna de Almeida, serem assaltados na manhã de quinta-feira, quando perderam corrente de ouro e um celular durante a ação dos bandidos. Os estudantes relatam outros roubos e tentativas de roubo ocorridos nos últimos tempos na área das duas unidades do Campus, tanto a situada na Avenida Rio Branco, quanto a Unidade Eubéa Senna, na rua Poconé.



“No dia 28 de novembro, fui abordada por volta das 22 horas. Estava saindo da faculdade e fui em direção ao ponto de ônibus que fica perto de uma lanchonete. No caminho, parei embaixo de uma árvore, que deve ficar uns 10 passos longe do ponto, sentei ali e fui pegar o dinheiro para pagar a passagem. Percebi que alguém se aproximava; ele apertou o passo e foi em minha direção. Eu fiquei parada, sem reação. O ladrão chegou dizendo que era um assalto e mandou que entregasse a carteira e o celular. Ele foi tirando algo da cintura e quando percebi que estava armado, tive a intenção de me levantar, mas ele foi rápido, pegou a carteira que estava ao meu lado e saiu correndo. Queremos mais segurança, é o nosso direito”, reivindicou a acadêmica Paula Navarro, de 21 anos, que cursa o quarto período de Letras.



Já a acadêmica Nathássia Amaral, 20 anos, que cursa o 3º período de Educação Física, relatou o grande susto pelo qual suas colegas de turma passaram na manhã de quinta-feira (13). “Três meninas da minha sala foram assaltadas em frente à faculdade. Os ladrões se aproximaram, ameaçaram e roubaram uma corrente de ouro e um celular. Naquela área em torno da faculdade fica difícil se proteger, pois em frente tem um terreno grande que está com muito mato. Outro local é o campo de futebol do bairro (Universitário) onde ficam vários elementos que nos dão medo, pois parece que a qualquer momento eles vão assaltar. Não há policiamento por perto, só há vigilantes dentro da faculdade”, apontou.


Jornal Midiamax