Geral

“A hora é de arregaçar as mangas e trabalhar por Campo Grande”, diz Fábio Trad

O deputado federal Fabio Trad (PMDB – MS) solidarizou-se hoje com os campo-grandenses pelo estrago causado pelas chuvas que assolaram a capital do Mato Grosso do Sul na tarde de quinta-feira. O deputado disse que a hora é de trabalhar e de unir forças em prol do município: “Vamos arregaçar as mangas junto com o […]

Arquivo Publicado em 27/01/2012, às 12h32

None

O deputado federal Fabio Trad (PMDB – MS) solidarizou-se hoje com os campo-grandenses pelo estrago causado pelas chuvas que assolaram a capital do Mato Grosso do Sul na tarde de quinta-feira. O deputado disse que a hora é de trabalhar e de unir forças em prol do município: “Vamos arregaçar as mangas junto com o prefeito Nelsinho Trad e trabalhar duro para recuperar os estragos”, afirmou Fabio.


O deputado sul-mato-grossense destacou a pronta ação da Prefeitura de Campo Grande para fazer frente ao problema, elogiando a postura do prefeito, que esteve presente nas áreas críticas da cidade durante as chuvas e, tão logo as águas baixaram, determinou que homens e máquinas fossem deslocados para os locais mais prejudicados.


“Estamos contabilizando os prejuízos e a ordem é restabelecer, o quanto antes, as condições adequadas de deslocamento para pessoas e veículos, garantindo o direito de ir e vir de todos”, destacou o prefeito durante entrevista à TV Morena.


De acordo com o prefeito, a chuva provocou o rompimento de uma das barragens do Córrego Sóter, o que fez com que água descesse com mais velocidade em direção ao Córrego Prosa. “São situações que podem ser resolvidas e nós vamos resolvê-las”, assegurou Nelson Trad Filho durante a entrevista, concedida na Via Parque, um dos locais onde esteve para acompanhar o trabalho das equipes que retiravam a lama carreada pela chuva com vistas à desobstrução da pista. Segundo o prefeito, obras não concluídas que foram danificadas serão recuperadas pelas empreiteiras “sem qualquer prejuízo para a prefeitura”, frisou.


Levantamento da Defesa Civil apontou que as regiões urbanas mais afetadas pela chuva foram Prosa, Centro e Anhanduizinho. Além do serviço de desobstrução das vias, agentes de trânsito também foram deslocados para vários pontos para evitar a formação de congestionamento em pontos com grande fluxo de veículos.

Jornal Midiamax