X Feira de Artesanato das Uneis começa amanhã no Fórum de Campo Grande

Começa amanhã (6), e vai até sexta-feira (9), a X Feira de Artesanatos das Unidades Educacionais de Internação (Unei) de Mato Grosso do Sul. Esta é a terceira exposição realizada neste ano. O projeto é desenvolvido pela Escola Estadual Pólo Professora Evanilda Maria Neres Cavassa em parceira com a 2ª Vara da Infância e Juventude. […]
| 06/12/2011
- 03:10
X Feira de Artesanato das Uneis começa amanhã no Fórum de Campo Grande

Começa amanhã (6), e vai até sexta-feira (9), a X Feira de Artesanatos das Unidades Educacionais de Internação (Unei) de Mato Grosso do Sul. Esta é a terceira exposição realizada neste ano. O projeto é desenvolvido pela Escola Estadual Pólo Professora Evanilda Maria Neres Cavassa em parceira com a 2ª Vara da Infância e Juventude. A exposição acontece no saguão do Fórum e será aberta ao público das 07h  às 17 horas.

Os artesanatos  são todos produzidos por adolescentes das Uneis de Campo Grande – Estrela do Amanhã, Novo Caminho e Dom Bosco. Dentre os produtos expostos para comercialização estão produtos com motivos natalinos, toalhas bordadas em vagonite; chinelos bordados; pintura em gesso; decoupage em madeira; pintura em vidro; quadros confeccionados em papel machê e espelho com molduras em mosaicos.

O projeto é uma realização da Secretaria de Educação, por meio da Superintendência de Políticas de Educação e Coordenadoria de Políticas para a Diversidade, Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por meio da Superintendência de Assistência Socioeducativa (Sas), em conjunto com a 2ª Vara da Infância e Juventude.

A execução das aulas de artesanato fica por conta de professores de Artes da Escola Pólo Professora Evanilda Maria Neves Cavassa com os alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio das Uneis. O curso é uma forma de complementar as atividades desenvolvidas dentro dessas instituições. “O projeto tem a finalidade de despertar o gosto dos adolescentes pela arte e especialmente contribuir para o sustento deles, quando retornarem ao convívio social”, afirmou a diretora da Escola Pólo, Eliete Filomena Marques Barros.

De acordo a professora de Artes, Jussara Nascimento Coco que ministra aulas de artesanato, o trabalho é muito bem recebido pelos internos. “O curso é oferecido tanto nas unidades de atendimento feminino quanto masculino, e no caso das meninas há uma participação total. Os garotos procuram, mas ainda preferem outras atividades”, avalia a professora.

Veja também

A página foi criada para dar mais transparência sobre publicidade eleitoral exibida por meio de todas as plataformas da empresa

Últimas notícias