Geral

Velório de Sócrates em Ribeirão Preto atrai torcedores e amigos em dia triste

Wladimir, companheiro do Doutor no Corinthians, diz que chegou a falar com ele semana passada. Local é fechado por conta do número de pessoas

Arquivo Publicado em 04/12/2011, às 19h45

None
1817212045.jpg

Wladimir, companheiro do Doutor no Corinthians, diz que chegou a falar com ele semana passada. Local é fechado por conta do número de pessoas

Ribeirão Preto vive um dia de luto. O corpo de Sócrates chegou ao prédio auxiliar do Cemitério Bom Pastor às 13h40 deste domingo, e o velório já recebeu mais de mil pessoas. A quantidade de pessoas foi tanta que a porta do local foi fechada às 16h30. Muitos amigos e também torcedores e admiradores do Doutor passaram pelo local, alguns trajando camisas do Corinthians e do Botafogo-SP. Os irmãos Raí e Sófocles, também presentes, pediram que a imprensa não acompanhassem o velório. Um padre fez uma prece em homenagem ao Doutor. O enterro está marcado para as 17h, mesmo horário do início da última rodada do Brasileirão.


O também ex-jogador Wladimir, que ganhou três títulos paulistas pelo Corinthians ao lado de Sócrates (nos anos 80), não deixou de prestar uma última homenagem ao amigo.


– Ele era um ídolo para o grupo e uma perda significativa para a torcida corintiana. Tive até briga com ele. Na época em que jogávamos juntos, ele propôs bicho mesmo para os que não estavam concentrados, algo que eu não concordava. Mas na votação ele levou a melhor – relembrou Wladimir.


O ex-atleta contou ainda que chegou a conversar com Sócrates na semana passada, e que o ídolo estava pensando em mudar o estilo de vida para priorizar o cuidado com a saúde.


– Tive contato com ele na semana passada. Tomou café, estava animado, e eu tinha cobrado dele uma caminhada. Ele estava disposto a reverter os hábitos. Foi uma referência como atleta e consciência política. Poucas pessoas como ele no Brasil teriam condições de ser líder do futebol mundial – completou Wladimir.

Jornal Midiamax