Geral

Unidade móvel irá atender mulheres rurais em luta contra câncer do colo de útero

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS) recebeu esta semana uma unidade móvel equipada como um consultório médico para atender mulheres do meio rural que não tem acesso aos serviços de saúde. Mato Grosso do Sul é um dos três estados que recebeu a unidade móvel do Útero é Vida, o Programa de Prevenção do […]

Arquivo Publicado em 25/02/2011, às 12h52

None

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS) recebeu esta semana uma unidade móvel equipada como um consultório médico para atender mulheres do meio rural que não tem acesso aos serviços de saúde.

Mato Grosso do Sul é um dos três estados que recebeu a unidade móvel do Útero é Vida, o Programa de Prevenção do Câncer do Colo do Útero da Mulher Rural desenvolvido pelo sistema CNA/Senar. A unidade móvel tem capacidade para realizar até 90 procedimentos por dia e vai percorrer os municípios do Estado realizando gratuitamente exames papanicolau, fazendo prevenção e levando informações sobre o câncer do colo de útero.

O atendimento será feito em áreas rurais, prioritariamente em locais onde a população não tem acesso às unidades de saúde. Durante o programa, as mulheres serão cadastradas e em seguida encaminhadas para palestras e coleta de material para a realização do exame preventivo.

Em 2009, quando foi realizado um projeto piloto da iniciativa em MS, 518 mulheres dos municípios de Iguatemi, Inocência e Glória de Dourados receberam o atendimento em postos de saúde. O perfil das participantes eram mulheres em idade sexual ativa que nunca haviam realizado ou que estavam com o exame atrasado há pelo menos dois anos.

Além de sensibilizar e conscientizar as mulheres do campo para a prevenção e diagnóstico do câncer de colo de útero, o Programa contribui para o aumento da auto- estima e qualidade de vida. Durante a realização das atividades, cada participante receberá um kit de beleza contendo cosméticos e produtos de higiene pessoal.

Câncer do colo de útero

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer do colo de útero é o segundo mais comum na população feminina e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil. Por ano, faz 4,8 mil vítimas fatais e apresenta 18,4 mil novos casos. Esse tipo de câncer é causado pela infecção do Papilomavírus Humano (HPV). A prevenção pode ser feita com o uso de preservativos e realizando anualmente o exame que detecta a doença.

Unidades móveis

Além do Útero é vida, outros dois programas do Senar/MS contam com unidades móveis para atendimento. O Programa Inclusão Digital Rural oferece aulas de informática básica que possibilitam aos produtores buscar na internet informações que sejam úteis para o trabalho no campo. A iniciativa dispõe de salas fixas nos maiores sindicatos rurais do Estado, com 10 computadores cada. Para atender os municípios que não têm as salas, a unidade móvel de atendimento vai até as propriedades rurais. Já o Projeto Pingo D’Água leva atendimento odontológico às comunidades rurais. Desenvolvido em parceria com as prefeituras municipais, o atendimento odontológico é oferecido em um ônibus adaptado que conta com uma estrutura odontológica completa.

Jornal Midiamax