Geral

Ultraje a Rigor “sai no tapa” e xinga Chris Cornell em show

Após a mudança no cronograma dos shows dos palcos principais dos SWU, a apresentação do Ultraje a Rigor começou quente. Uma troca de empurrões entre a equipe da banda brasileira e do americano Chris Cornell que se apresenta em seguida agitou ainda mais o show já na primeira música. Em seguida, Roger Moreira, líder do […]

Arquivo Publicado em 13/11/2011, às 20h55

None

Após a mudança no cronograma dos shows dos palcos principais dos SWU, a apresentação do Ultraje a Rigor começou quente. Uma troca de empurrões entre a equipe da banda brasileira e do americano Chris Cornell que se apresenta em seguida agitou ainda mais o show já na primeira música. Em seguida, Roger Moreira, líder do Ultraje, dedicou ao vocalista do Soundgarden a música Filha da Puta. “Espero que eles entendam um pouco de português.”

A mudança no cronograma dos shows aconteceu por conta de uma forte rajada de ventos e chuva. Para não atrasar ainda mais o festival, os organizadores anteciparam a apresentação da Tedeschi Trucks Band. Com isso os shows de Ultraje a Rigor e Chris Cornell acontecem na seqüencia e no mesmo palco, o Consciência.
O Ultraje abriu a apresentação com Zoraide. Ao fim canção Roger brincou: “o Chris Cornell, hoje, é nosso roadie”. Em seguida, Ricardo Moreira, irmão do vocalista envolveu-se em um empurra-empurra com troca de tapas e socos entre as equipes das duas bandas. “Gringo vem aqui e acha que pode cagar na nossa cabeça.” A briga incendiou ainda mais o público.

O Ultraje prosseguiu com o show tocando Ah, Se Eu Fosse Homem e Independente Futebol Clube. Na sequência mais um recado para Cornell. “Nós sabemos o nosso lugar. Sabemos que os melhores tocam depois. Essa música para para eles. Espero que entendam um pouco de português”, ironizou antes de executar Filha da Puta.
O show do Ultraje contou ainda com outros clássicos roqueiros do grupo como Volta Comigo, Ciúmes, Rebelde Sem Causa, Pelado e Nós Vamos Invadir Sua Praia.

Coincidência ou não, há um ano Roger se envolveu em um entrevero com um amigo de Cornell. Durante sua passagem pelo Brasil no SWU do ano passado, o guitarrista Tom Morello do Rage Against The Machine declarou, no Twitter, apoio à presidente Dilma Rousseff e ao Movimentos dos Trabalhores Sem Terra (MST). Roger respondeu à mensagem de Morello com um “What the fuck do you know, you asshole?” (algo como: “que p… você sabe, seu c…?”) Morello e Cornell foram companheiros de banda no Audioslave.

Jornal Midiamax