Geral

Tiro causou morte de Muammar Kaddafi, diz médico após autópsia

As autoridades interinas da Líbia anunciaram na manhã deste domingo (23) que uma autópsia foi realizada no corpo do ex-ditador Muammar Kaddafi na última madrugada, e que os legistas confirmaram um tiro como a causa da morte. O governo diz garantir que um sepultamento normal deve ocorrer e que o cadáver será entregue aos familiares […]

Arquivo Publicado em 23/10/2011, às 12h38

None

As autoridades interinas da Líbia anunciaram na manhã deste domingo (23) que uma autópsia foi realizada no corpo do ex-ditador Muammar Kaddafi na última madrugada, e que os legistas confirmaram um tiro como a causa da morte.


O governo diz garantir que um sepultamento normal deve ocorrer e que o cadáver será entregue aos familiares do ex-líder. “Ele morreu devido a um tiro de arma de fogo. É óbvio”, disse o legista, sem precisar se o local do tiro mortal é realmente no lado esquerdo da cabeça do ex-ditador, onde há uma marca de disparo, segundo as fotografias e vídeos divulgados mostram.


“Ainda há diversas questões. Temos que repassar [o relatório]ao procurador-geral. Mas tudo será revelado publicamente. Nada será escondido”, acrescentou. As revelações chegam um dia de Mahmoud Jibril, primeiro-ministro interino da Líbia, ter dito que o país deve realizar eleições livres e democráticas em até oito meses para formar um conselho com a missão de escrever uma nova Constituição e criar um governo provisório.


A autópsia foi conduzida num necrotério da cidade de Misrata, a cerca de 200 km ao leste da capital líbia, Trípoli. Após os exames, o corpo deve ser colocado novamente na sala refrigerada de um mercado local, onde tem sido visto por centenas de líbios munidos de câmeras e celulares desde sexta-feira (21).

Jornal Midiamax