Geral

Telefonia rural chegará a 15 milhões de pessoas

A liberação da faixa de frequência de 450 megahertz (Mhz), que atualmente é utilizada pela Polícia Federal (PF), poderá possibilitar o acesso de 15 milhões de pessoas ao serviço de telefonia rural. Segundo o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o governo já garantiu R$ 70 milhões para que a PF compre novos equipamentos em outra […]

Arquivo Publicado em 04/02/2011, às 17h32

None

A liberação da faixa de frequência de 450 megahertz (Mhz), que atualmente é utilizada pela Polícia Federal (PF), poderá possibilitar o acesso de 15 milhões de pessoas ao serviço de telefonia rural. Segundo o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o governo já garantiu R$ 70 milhões para que a PF compre novos equipamentos em outra frequência para desocupar a faixa.

Paulo Bernardo concedeu entrevista hoje (4) ao programa Bom Dia, Ministro, que é produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, em parceria com a EBC Serviços.

Ele comparou a oferta de telefonia rural com o Programa Luz para Todos, que já ligou mais de 2,5 milhões de residências, atendendo a cerca de 10 milhões de pessoas. “Se não tinha energia em casa, é muito fácil supor que também não tinha telefone”, avaliou. Segundo Bernardo, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) pretende iniciar este ano ainda o processo de licitação para destinação da faixa de frequência de 450 Mhz.

Bernardo também disse que vai “brigar” com a Anatel para que a qualidade e os preços dos serviços de telefonia móvel melhorem. “As empresas têm metas a cumprir e têm que ser fiscalizadas pela Anatel. Vamos chamar todas as empresas, vamos fazer reuniões e exigir que todas as cláusulas que estão nos contratos de prestação de serviço sejam cumpridas”, disse.

Jornal Midiamax