Geral

Solteiro, Bin Laden apelou a casamenteiro por “par perfeito”

“Ela deve ser devota, obediente, jovem, educada, de uma família decente – mas, acima de tudo, paciente. Ela terá que suportar minhas circunstâncias expecionais”. Foi esse o perfil traçado pelo solteiro Osama bin Laden em 1999 a Rashad Mohammed Saeed Ismael, um jovem xeque iemenita pregador espiritual e membro da Al-Qaeda. As informações são do […]

Arquivo Publicado em 11/05/2011, às 13h09

None

“Ela deve ser devota, obediente, jovem, educada, de uma família decente – mas, acima de tudo, paciente. Ela terá que suportar minhas circunstâncias expecionais”. Foi esse o perfil traçado pelo solteiro Osama bin Laden em 1999 a Rashad Mohammed Saeed Ismael, um jovem xeque iemenita pregador espiritual e membro da Al-Qaeda. As informações são do The Guardian.


Ismael ouviu cuidadosamente o pedido matrimonial de Bin Laden, e o resultado foi um “par perfeito” alcançado pouco tempo depois: a jovem Amal Ahmed al-Sadah, 17 anos, acabou desposada pelo terrorista saudita, que vinha então seus 44 anos. Era o quinto casamento de Bin Laden. Hoje, Amal al-Sadah é a viúva que, após o ataque americano a Abbottabad está sob custódia do Paquistão.


O casamenteiro do homem que até 1º de maio foi o principal procurado do governo dos Estados Unidos luta atualmente por Amal e por sua filha. “Nós temos um costume forte no Islã chamado ardth (“honra familiar”), disse ele ao jornal inglês. “Quando uma mulher como Amal se torna viúda, é um dever de todos os muçulmanos de cuidar dela e garantir sua segurança. Todos os iemenitas querem-na de volta para casa.”

Jornal Midiamax