Geral

Shows no Parque: Maia alfineta prefeito e diz que quem decide é a Câmara

Enquanto aguarda o início da votação da emenda à Lei do Silêncio pelos vereadores de Campo Grande na manhã de terça-feira (8), o presidente da Associação dos Criadores (Acrissul), Chico Maia, acredita que a Expogrande será incluída no calendário de exceções previstas pelo texto legal, assim como o Carnaval e o dia de Santo Antônio. […]

Arquivo Publicado em 08/02/2011, às 12h24

None
904262794.jpg

Enquanto aguarda o início da votação da emenda à Lei do Silêncio pelos vereadores de Campo Grande na manhã de terça-feira (8), o presidente da Associação dos Criadores (Acrissul), Chico Maia, acredita que a Expogrande será incluída no calendário de exceções previstas pelo texto legal, assim como o Carnaval e o dia de Santo Antônio.


Maia disse respeitar a opinião do prefeito Nelsinho Trad (PMDB), de que a possível alteração da lei não resolverá o problema dos shows no Parque de Exposições Laucídio Coelho. “Mas quem decide é a Câmara Municipal”, afirmou. Questionado se o acréscimo de 5 decibéis previsto pela lei em casos de exceção seria suficiente para atender aos shows da Expogrande, Maia alfinetou: “Eles vão medir o barulho do carnaval?”

Jornal Midiamax