Geral

Senadora Marisa revela que indicação para o TCE virou ‘desejo pessoal’

A senadora Marisa Serrano, uma das principais lideranças do PSDB de Mato Grosso do Sul, disse nesta manhã, durante a convenção do partido, evento que acontece em Campo Grande, que sua escolha para o conselho do TCE (Tribunal de Contas do Estado) virou um desafio que “caiu em seu colo”, que ficou “estimulada” com a […]

Arquivo Publicado em 14/05/2011, às 14h32

None
1682043445.jpg

A senadora Marisa Serrano, uma das principais lideranças do PSDB de Mato Grosso do Sul, disse nesta manhã, durante a convenção do partido, evento que acontece em Campo Grande, que sua escolha para o conselho do TCE (Tribunal de Contas do Estado) virou um desafio que “caiu em seu colo”, que ficou “estimulada” com a possibilidade de integrar a corte e que “adora desafios”.

Marisa garantiu que, embora o desejo de se tornar uma conselheira do TCE, ainda não teria pedido apoio por votos dos deputados estaduais.

A vaga do TCE é disputada por Marisa e pelo deputado estadual Antonio Carlos Arroyo, do PR, este em campanha pela vaga há pelo menos um mês.

Comentários na Assembleia Legislativa indicam que a escolha de Marisa já havia sido determinada pelo governador André Puccinelli, do PMDB.

A tucana afirmou também que sabe que seu partido não quer que ela deixe o Senado, mas que isso seria uma “opção pessoal”.

Ela narrou que o desafio de se tornar conselheira do TCE ganhou estimulo com “a perda pré-matura de Celina Jallad”. Celina, ex-deputada estadual pelo PMDB, foi a primeira mulher escolhida para compor o conselho do TCE, no início deste ano. Ela morreu em abril vítima de um aneurisma abdominal.

Já quanto à reclamação do PSDB, Marisa disse que seu partido tem novos nomes para concorrer à prefeitura de Campo Grande, no ano que vem. “Tenho 40 anos de PSDB e a certeza que o partido tem fortes candidatos”.

A senadora é apontada como a eventual candidata a prefeitura de Campo Grande. “Vocês vão saber que em 2012 teremos fortes candidatos. Está na hora de oxigenar o partido com novas lideranças”, disse a parlamentar.

Jornal Midiamax