Geral

Segurança será reforçada, mas moradores não querem presídio aberto na região

O presídio de regime aberto, instalado na Vila Sobrinho, deverá permanecer no local, mas a segurança será reforçada com duas viaturas da Polícia Militar e policiais à paisana. Apesar do reforço, os moradores informaram nesta quarta-feira (28) durante reunião na Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), com o secretário Wantuir Jacini, que não querem […]

Arquivo Publicado em 29/09/2011, às 13h21

None
O presídio de regime aberto, instalado na Vila Sobrinho, deverá permanecer no local, mas a segurança será reforçada com duas viaturas da Polícia Militar e policiais à paisana. Apesar do reforço, os moradores informaram nesta quarta-feira (28) durante reunião na Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), com o secretário Wantuir Jacini, que não querem o presídio na região.
A reunião aconteceu após a Comissão Permanente de Segurança Pública da Câmara Municipal de Vereadores ter convocado a população para uma Audiência Pública sobre o assunto. O secretário não pode comparecer e recebeu os moradores na tarde de ontem, no prédio da Sejusp. 
Ele explicou a importância do presídio de regime aberto para a ressocialização de internos e disse que este era o último passo para a liberdade dos cerca de 200 presos que estão lá. Os moradores exigem que outro local seja escolhido para abrigar os internos.
O vereador Alex do PT, membro da Comissão Permanente, disse que em qualquer lugar que os internos tiverem que ir para cumprir a pena os moradores da região de destino vão reclamar. “Por isso, vamos procurar o juiz Albino para ver com ele alternativas para esses presos, inclusive se há a possibilidade deles cumprirem o fim da pena em casa ou um estudo para a instalação de um local definitivo para o regime aberto”, disse. 
Jornal Midiamax