Geral

Se forma em Dourados primeira turma de Licenciatura Indígena

No próximo sábado (22), cola grau a primeira turma da Licenciatura Intercultural Indígena Teko Arandu da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). A colação será às 10h, no auditório da Unidade II, na tenda Aty Guasu Oikahatype. Entre os formandos está o vereador de Caarapó, Otoniel Ricardo. O curso, iniciado em 2006, tem habilitações em […]

Arquivo Publicado em 19/10/2011, às 13h50

None

No próximo sábado (22), cola grau a primeira turma da Licenciatura Intercultural Indígena Teko Arandu da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). A colação será às 10h, no auditório da Unidade II, na tenda Aty Guasu Oikahatype. Entre os formandos está o vereador de Caarapó, Otoniel Ricardo.

O curso, iniciado em 2006, tem habilitações em Linguagens, Matemática, Ciências Sociais e Ciências da Natureza. Os trabalhos de conclusão de curso apresentados pela turma abordam temas voltados para suas comunidades, como forma de aliar os conhecimentos adquiridos na universidade às vivências e práticas da realidade sociocultural Guarani e Kaiowá.

As homenagens da turma são para o professor Dr. Levi Marques e Nelson Batista, escolhidos como paraninfos, ao professor Damião Duque e Tereza Espíndola, que são os patronos e ao professor Dr. Renato Gomes Nogueira, que dá nome a turma.

Formandos:

Adão Benites, Adriano Morales, Claudemiro Pereira Lescano, Delfino Borvão, Edson Alencar, Edvaldo Nunes, Eliel Benites, Eliezer Martins, Elizabete Fernandes, Enoque Batista, Geraldo Carlos, Ifigeninha Hirto João, Ilda Barbosa, Iracy Lima Benites, João Carlos Vilhalva Mota, Joaquim Adiala Hara, Jonatas Duran, Katiana Carvalho, Ládio Veron, Léia Aquino, Lídio Ramiris, Maciel Cáceres, Marcilene Lescano, Maria de Lourdes Nelson Cáceres, Marlene de Almeida, Natanael Vilharva Cáceres, Nilton Ferreira Lima, Osmar Marques, Otoniel Ricardo, Renata Castelão, Rodinei Ramires Marques, Rosenildo Barbosa de Carvalho, Sergio Velário, Tomas Vera, Udo Pires, Valdelice Veron, Valentim Pires, Vicente Morales e Zenildo Lopes.

Jornal Midiamax