Geral

Sarney diz que Brasil “agiu bem” ao reajustar tarifa de energia de Itaipu

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), considerou equilibrada a mudança do Tratado de Itaipu, aprovado na última quarta-feira (11), pela Casa. Pelo texto, a taxa anual de cessão paga pelo Brasil ao Paraguai pela energia não usada da Usina de Itaipu passará de US$ 120 milhões para US$ 360 milhões. “Não demos o que […]

Arquivo Publicado em 13/05/2011, às 14h15

None

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), considerou equilibrada a mudança do Tratado de Itaipu, aprovado na última quarta-feira (11), pela Casa. Pelo texto, a taxa anual de cessão paga pelo Brasil ao Paraguai pela energia não usada da Usina de Itaipu passará de US$ 120 milhões para US$ 360 milhões. “Não demos o que eles pediram nem tivemos nenhum prejuízo”, disse.

Para Sarney, que representará a presidenta Dilma Rousseff nas comemorações do Bicentenário da Independência do Paraguai e em encontro com o presidente Fernando Lugo, a mudança do tratado representa um passo importante para “fortificar” a relação ente Brasil e Paraguai. Dilma cancelou a viagem, por recomendação médica, para se recuperar de uma pneumonia.

“A usina de Itaipu é um compartilhamento que temos que manter para sempre, uma vez que qualquer problema que ocorra naquela área cria atrito entre os dois países. O Brasil agiu bem na decisão que tomou”, afirmou Sarney.

Jornal Midiamax