Geral

Santa Casa suspende 18 cirurgias eletivas e dá prioridade a urgência

A diretoria técnica da Santa Casa de Campo Grande suspendeu 18 cirurgias eletivas (não urgentes) que estavam agendadas para esta quarta-feira (11). A medida foi tomada diante do crescimento da incidência dos casos de urgência e emergência, especialmente a área de trauma e politraumatismo. Na manhã desta quarta, 17 pacientes da ortopedia, vítimas de acidentes […]

Arquivo Publicado em 11/05/2011, às 14h15

None

A diretoria técnica da Santa Casa de Campo Grande suspendeu 18 cirurgias eletivas (não urgentes) que estavam agendadas para esta quarta-feira (11).


A medida foi tomada diante do crescimento da incidência dos casos de urgência e emergência, especialmente a área de trauma e politraumatismo.


Na manhã desta quarta, 17 pacientes da ortopedia, vítimas de acidentes no trânsito aguardavam vaga no centro cirúrgico para serem operados. Na terça foram realizadas 44 cirurgias, sendo 17 eletivos (não urgentes) e 27 de urgência. Das 11 salas do centro cirurgia, quatro estão sendo usadas como unidade de tratamento intensivo da cirurgia cardíaca que passa por reforma.


De janeiro a março deste ano foram realizadas na Santa Casa 5.221 cirurgias, das quais 2.169 (41,97%) de pacientes da ortopedia. A violência tem contribuído para aumentar o número de pacientes na Santa Casa. No primeiro trimestre deste ano passaram pelo hospital 1.698 vítimas de acidentes, sendo 1.135 em ocorrências com motocicletas. Em igual período do ano passado, foram 1.661 vítimas (1.093 de motocicletas) a darem entrada no hospital.

Jornal Midiamax