Geral

Saiba quem são os deputados estaduais que mais apresentaram projetos de lei neste ano

Dos 24 parlamentares sul-mato-grossenses sete ainda não mostraram um sequer projeto até agora, maio de 2011

Arquivo Publicado em 08/05/2011, às 17h42

None

Dos 24 parlamentares sul-mato-grossenses sete ainda não mostraram um sequer projeto até agora, maio de 2011

Os deputados estaduais de Mato Grosso do Sul aparentemente estão trabalhando a todo vapor. De fevereiro até abril, os parlamentares aprovaram 160 moções e 54 projetos de lei, sendo que 12 foram enviados pelo Poder Executivo e Judiciário, Defensória Pública e Tribunal de Contas. O levantamento dos projetos de lei e moções foi realizado com os dados referentes até quarta-feira (4), disponibilizados para qualquer cidadão no site da Assembleia Legislativa.


Os trabalhos do Legislativo tiveram início no dia 1° de fevereiro com direito a pausa para o Carnaval e, mesmo assim, os deputados tiveram tempo entre a leitura de um jornal e de atender celular de aprovar 160 moções.


No ranking dos deputados que mais propuseram moções está o petista Laerte Tetila com 40, em segundo lugar está à tucana Dione Hashioka com 22 indicações. Na terceira colocação está Diogo Tita (PPS) com 13 moções, já em quarto está Marcio Fernandes (PTdoB) com 12 indicações.


No mesmo período do ano passados os parlamentares campeões foram Diogo Tita (PPS), com 24. Seguido da tucana Dione, que propôs 22 moções. Em terceiro lugar fica o peemedebista Junior Mochi, conseguiu a aprovação de 14 de suas moções.


Com a discussão de quem vai ficar no lugar da ex-deputada e conselheira do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE-MS), Celina Jallad, que morreu em março, e também a celeuma sobre a saída do deputado Carlos Marun (PMDB) da Assembleia para assumir a pasta de Habitação no governo do Estado, deixou os deputados atarefados de mais. Porém, não é só de moções que a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul vive.


Os parlamentares, por incrível que parece, também aprovam projetos de lei. Até quarta-feira (4), os parlamentares aprovaram 54 projetos, sendo que cinco foram enviados pelo governo do Estado, um pelo Tribunal de Contas, Defensória Pública e Ministério Público e o Tribunal de Justiça enviou quatro projetos para a Casa de Leis.


No ranking dos parlamentares que mais propuseram projetos de Leis está em primeiro lugar o deputado Tita com cinco projetos,empatados em segundo lugar estão os deputados Pedro Kemp (PT) e Maurício Picarelli (PMDB). Já em terceiro lugar ficaram empatados cinco parlamentares- Laerte Tetilla(PT),Alcides Bernal (PP),Jerson Domingos(PMDB), Marcio Fernandes (PT doB) e Dione Hashioka (PSDB).


Até o período que a reportagem fez o levantamento na Assembleia, os deputados Rinaldo Modesto (PSDB), Antônio Arroyo (PR), Londres Machado (PR), Paulo Correa (PR). Zé Teixeira (DEM), George Takimoto(PSL) e Lauro Davi (PSB).não tinham apresentados nenhum projeto de lei.


Curiosamente, o único deputado que não propôs moções e nem projetos de lei foi o republicano Londres Machado. Mais curioso ainda que no mesmo período do ano passado ele também não havia proposto nada.


Londres tem a imagem mais vista na galeria de fotos dos ex-presidentes da Assembleia. Nome carimbado na Casa de Leis, pois já é deputado por 11 mandatos, contados desde a época em que Mato Grosso ainda não era dividido – recorde nacional, inclusive.

Jornal Midiamax