Geral

Roupa simula sensação de ter 70 anos de idade

Uma roupa desenvolvida no MIT, Massachusetts Institute of Technology, simula no corpo os efeitos da idade e permite a jovens sentirem como é ter mais de 70 anos. Chamada de AGNES, a roupa foi criada no AgeLab, o laboratório de idade, para reproduzir os desafios físicos de locomoção que os idosos enfrentam. Suas cordas e […]

Arquivo Publicado em 21/12/2011, às 00h43

None

Uma roupa desenvolvida no MIT, Massachusetts Institute of Technology, simula no corpo os efeitos da idade e permite a jovens sentirem como é ter mais de 70 anos.


Chamada de AGNES, a roupa foi criada no AgeLab, o laboratório de idade, para reproduzir os desafios físicos de locomoção que os idosos enfrentam.


Suas cordas e ligações limitam os movimentos e a força aos de uma pessoa com mais de 70 anos. O traje é usado para testar se locais públicos, ou fechados, são bem adaptados às necessidades da terceira idade.


Veja, a seguir, os mecanismos acoplados à AGNES:


– joelho e cotovelos: ligas limitam a amplitude de movimento, simulando rigidez nas juntas, aumentando a fadiga muscular e desacelerando os movimentos.


– braços: faixas que conectam o braço à cintura reduzem a mobilidade dos ombros


– pernas: faixas ligadas aos quadris e sapatos diminuem a flexibilidade e diminuem o passo


– coluna: o capacete e as faixas simulam uma compressão na espinha e limitam a rotação, dando a sensação de costas curvadas que ocorre com a idade


– pescoço: uma faixa no pescoço reduz a rotação e extensão, impedindo que se gire a cabeça sem girar todo o tronco.


– olhos: óculos amarelos tornam mais difícil enxergar no escuro e ver contrastes e pequenos padrões


– orelhas: tampões simulam a dificuldade com sons agudos e muito baixos


– equilíbrio: sapatos simulam as mudanças no sistema de equilíbrio na orelha interna que ocorrem com a idade.


– mãos: luvas e braceletes simulam a diminuição da sensação tátil, da força e mobilidade dos pulsos.



Jornal Midiamax