Geral

Revolta na Líbia matou mais de 8 mil, afirma porta-voz

Mais de 8 mil líbios “alinhados” com o movimento rebelde que se levantou contra o ditador Muammar Kadhafi foram mortos nos confrontos do último mês, disse neste domingo (20) um porta-voz do grupo à TV Al Jazeera. “Nosso número de mortos e mártires ultrapassa 8 mil”, disse Abdel Hafiz Ghoga. Ele criticou o secretário-geral da […]

Arquivo Publicado em 20/03/2011, às 21h30

None

Mais de 8 mil líbios “alinhados” com o movimento rebelde que se levantou contra o ditador Muammar Kadhafi foram mortos nos confrontos do último mês, disse neste domingo (20) um porta-voz do grupo à TV Al Jazeera.


“Nosso número de mortos e mártires ultrapassa 8 mil”, disse Abdel Hafiz Ghoga.


Ele criticou o secretário-geral da Liga Árabe, Amr Mussa, pelos comentários aparentemente críticos às ações dos Estados Unidos e aliados contra a Líbia.


A Liga Árabe pediu a imposição de uma zona de restrição aérea sobre a Líbia para proteger os civis das forças de Kadhafi, mas Moussa condenou no domingo o “bombardeio de civis” que, segundo as forças armadas líbias, estaria sendo feito pelas forças ocidentais.


O Pentágono disse desconhecer a existência de vítimas civis.


“O que está acontecendo na Líbia difere do objetivo de impor uma zona de restrição aérea, e o que queremos é a proteção de civis e não o bombardeamento de mais civis”, afirmou Mussa à agência de notícias estatal egípcia.

Jornal Midiamax