O elenco do Real Madrid retornou ao trabalho horas após disputar sua primeira partida oficial da temporada, o jogo de ida da Supercopa contra o Barcelona, com um treino leve, começando assim a preparação para o jogo da próxima quarta-feira no Camp Nou.

O técnico José Mourinho dirigiu um trabalho tranquilo para os titulares da última partida e outro de maior intensidade para os reservas. Seu objetivo é ter o maior número possível de jogadores em perfeitas condições para a partida de volta.

A equipe merengue saiu decepcionada do Santiago Bernabéu depois da partida de domingo. Mesmo dominando a maior parte das ações, não conseguiu superar o eterno rival. Porém, o ânimo mudou nesta segunda-feira e o elenco do Real acredita que pode conseguir o primeiro titulo da temporada.

Para isso, Mourinho pode promover mudanças na escalação. A principal deve ser a entrada do português Fábio Coentrão no lugar do argentino Ángel Di María, mas o treinador não definirá nada até terça-feira, quando começam os treinos táticos.

Nesta segunda-feira, 23 jogadores participaram do treino. A primeira parte do elenco foi reforçada com pratas da casa que, junto com os reservas de ontem, mais Raúl Albiol, que foi descartado por Mourinho, fizeram exercícios de velocidade com a bola, além de uma partida em campo reduzido.

Enquanto isso, Iker Casillas, Sergio Ramos, Pepe, Carvalho, Marcelo, Khedira, Xabi Alonso, Di María, Özil, Cristiano Ronaldo e Benzema foram comandados por Rui Faria, assistente de Mourinho, para realizar um leve treino de recuperação.

Mourinho decidiu viajar para Barcelona no mesmo dia da partida, algo pouco habitual em seu método de trabalho. Por isso, planejou o último treino para terça-feira em Madri, o mais tarde possível para ajudar na recuperação de seus jogadores.