Geral

PSD se apresenta a Três Lagoas enquanto registro do partido é decidido em Brasília

No mesmo momento em que o nascimento do PSD (Partido Social Democrático) era decidido em Brasília, representantes da sigla, em Mato Grosso do Sul, apresentavam-se à população de Três Lagoas e traziam consigo novos aliados na Cidade. O evento aconteceu na noite desta quinta-feira (22), no salão de festas da Vila Vicentina, na área central […]

Arquivo Publicado em 23/09/2011, às 14h59

None
1470216137.jpg


No mesmo momento em que o nascimento do PSD (Partido Social Democrático) era decidido em Brasília, representantes da sigla, em Mato Grosso do Sul, apresentavam-se à população de Três Lagoas e traziam consigo novos aliados na Cidade.



O evento aconteceu na noite desta quinta-feira (22), no salão de festas da Vila Vicentina, na área central do Município.



Apesar da decisão na Justiça Eleitoral ter se estendido para a próxima terça-feira (27), o mais novo peesedebista, vereador três-lagoense, Ângelo Chaves Guerreiro, afirma estar convicto de que o partido será legalizado oficialmente.



“Tenho certeza de que a criação do PSD será sacramentada. Entrei nessa sigla partidária com o propósito de lutar por uma política democrática, na qual todos têm direitos e voz. Considero esse momento como de libertação. Não iremos baixar a cabeça, lutaremos até o fim”, discursou Guerreiro, se apresentando como candidato da Sigla para concorrer à Prefeitura Municipal, em 2012, durante a cerimônia de apresentação do Partido.



Estavam presentes: o presidente do Diretório Regional de Mato Grosso do Sul, o empresário Antonio João Hugo Rodrigues, o senador petista, Delcídio do Amaral, presidentes de siglas partidárias no Estado, como PTN e PSL, o presidente do PT no Município, Nivaldo Gonçalves dos Reis, representantes de entidades de classe, entre outros segmentos da população três-lagoense.



Antonio João comentou sobre o parecer da vice-procuradora da Justiça Eleitoral, Sandra Cureau.



“Ela é mal informada. A vice-procuradora chegou a falar que, em nosso Estado, não há representação do PSD, enquanto estamos presentes em 60 municípios. Não tenho dúvidas de que, em breve, seremos um Partido formalizado”, afirmou.



O companheiro na Câmara Municipal de Ângelo Guerreiro, vereador Jorge Martinho, ex-PMDB, também se apresentou como peesedebista. Para Martinho, participar da criação de um partido significa vivenciar a democracia brasileira sendo aplicada.



“Acredito na importância da criação do PSD, pois, além de aumentar o espaço democrático, o partido vem com a proposta de construir uma situação política de desenvolvimento, mas com qualidade de vida a população, em uma administração conjunta com o povo. Três Lagoas tem se desenvolvido economicamente, mas infelizmente nem todos estão tendo o direito de aproveitar dessa riqueza. O PSD vem para mudar isso”, anunciou.



Como presidente provisório do Diretório do PSD, em Três Lagoas, Cristovam Lages Canela, deu um aviso a alguns políticos do Estado. “Não adianta vir a Três Lagoas e ameaçar que a Cidade ficará estagnada, caso a candidata deles não se eleja. Todos têm o direito de sonhar e lutar por um modelo de administração diferente do atual”.



Guerreiro disse a toda imprensa que se sente apto para assumir a Prefeitura de Três Lagoas.



“Estou preparado para administrar o Município. Afinal, um prefeito não trabalha sozinho. Temos dentro de Três Lagoas pessoas capacitadas em me auxiliar nessa jornada, como assessores. Iremos trabalhar pela cidade junto com quem mora aqui”, finalizou o pré-candidato.



Já o senador Delcídio do Amaral (PT) aproveitou a oportunidade para se afirmar como futuro candidato ao governo em 2014. “É muito importante que eu estabeleça vínculos fortes com a futura administração de Três Lagoas, pois assim poderei ter apoio em minha candidatura ao governo do Estado em 2014”, declarou.

Jornal Midiamax