Geral

Primeiro Festival de Cinema de Cáceres terá 3 mostras competitivas

O 1º Festival de Cinema ‘Olhares do Pantanal’ será realizado em Cáceres, nos dias 28 e 29 de maio, e tem como objetivo divulgar filmes que lancem um olhar sensível e especial para os estados e países que permeiam a região do Pantanal. Além de privilegiar cinematografias autorais e de produção independente, o festival contempla […]

Arquivo Publicado em 14/05/2011, às 19h49

None

O 1º Festival de Cinema ‘Olhares do Pantanal’ será realizado em Cáceres, nos dias 28 e 29 de maio, e tem como objetivo divulgar filmes que lancem um olhar sensível e especial para os estados e países que permeiam a região do Pantanal. Além de privilegiar cinematografias autorais e de produção independente, o festival contempla a realização de um grande encontro regional dos cineclubes de Mato Grosso que terá como principal foco a integração e o reconhecimento dos cineclubistas como grandes difusores da cultura do audiovisual.


O evento contará com a realização de três mostras competitivas. “A primeira para filmes de longa-metragem brasileiros; a segunda para filmes de longa-metragem estrangeiros e a terceira para filmes de curta-metragem e vídeos clipes brasileiros. Poderão participar obras captadas em película ou vídeo digital, mídia móvel celular em qualquer bitola ou formato. No entanto, as cópias destinadas à projeção deverão ser enviadas à produção do evento em 35mm ou DVD. O Júri não fará distinção entre os suportes de captação/exibição, concorrendo juntos, aos mesmos prêmios”, explica o produtor executivo do festival, Vicente Albuquere Maranhão.


Além de troféus, R$ 3,5 mil reais serão distribuídos em prêmios para os três melhores curtas-metragens. As inscrições de curtas na mostra competitiva poderão ser feitas gratuitamente até o dia 17 de maio pelo site do festival.


As comunidades de baixa renda e estudantes de 1º e 2º graus, que têm pouco contato com a 7ª arte e sem acesso a meios áudio visuais são o público alvo do evento, que também é direcionado à produtores culturais, universitários, professores e artistas.

Jornal Midiamax