Geral

Presídio de Ponta Porã vai ampliar produção de tijolos ecológicos

A Unidade Penal Ricardo Brandão (UPRB), em Ponta Porã, recebeu a doação de 150 formas para a fabricação de pisos para calçadas (tijolos ecológicos). Inicialmente, elas serão utilizadas no calçamento do próprio presídio, mas existe uma expectativa que a produção atenda também a sociedade em geral, por meio de parcerias. A doação foi feita pela […]

Arquivo Publicado em 17/03/2011, às 17h54

None

A Unidade Penal Ricardo Brandão (UPRB), em Ponta Porã, recebeu a doação de 150 formas para a fabricação de pisos para calçadas (tijolos ecológicos). Inicialmente, elas serão utilizadas no calçamento do próprio presídio, mas existe uma expectativa que a produção atenda também a sociedade em geral, por meio de parcerias.


A doação foi feita pela Câmara Municipal da cidade em conjunto com o Conselho Municipal de Esporte e Lazer. A iniciativa visa dar ocupação produtiva aos internos e contribuir para a ressocialização.


De acordo com o diretor do estabelecimento penal, Rodrigo Borges, a novas formas irão ajudar a ampliar a produção que já alcança mil tijolos ecológicos diariamente. “Aspiramos um dia ver nossos tijolos para calçadas sendo empregados de forma maciça na construção de casas, escolas, creches”, ressaltou.


Na Unidade Penal Ricardo Brandão, além da produção dos tijolos ecológicos, os reeducandos também trabalham com carpintaria, reforma de carteiras escolares, horticultura, entre outras atividades. O presídio também conta com um espaço destinado à instalação de empresas interessadas em dar oportunidade de emprego a reeducandos do regime fechado.

Jornal Midiamax