Geral

PMA multa produtores que criavam gado às margens do rio Paraguai

Dois homens foram autuados em R$ 5 mil, cada um, pela PMA (Polícia Militar Ambiental) por criarem gado dentro de uma APP (Área de Preservação Permanente). A ação aconteceu na tarde desta sexta-feira (14) durante fiscalização fluvial no rio Paraguai, no município de Ladário. Eles criavam gado na margem do rio Paraguai e os animais […]

Arquivo Publicado em 15/10/2011, às 01h20

None

Dois homens foram autuados em R$ 5 mil, cada um, pela PMA (Polícia Militar Ambiental) por criarem gado dentro de uma APP (Área de Preservação Permanente). A ação aconteceu na tarde desta sexta-feira (14) durante fiscalização fluvial no rio Paraguai, no município de Ladário.


Eles criavam gado na margem do rio Paraguai e os animais vinham pisoteando e prejudicando principalmente a vegetação ciliar. Eles receberam prazo de 10 (dez) dias para retirarem os animais da área.


Além disso, também responderão por crime ambiental de destruir área de preservação permanente. Se condenados, poderão pegar pena de um a três anos de detenção.


A PMA orienta as pessoas que costumam criar animais às margens de rios, lagos, lagoas e nascentes, que é proibida a criação nestas áreas, haja vista ser área de vegetação permanente. 

Jornal Midiamax