Geral

PMA apreende pescado e redes de pesca em pesqueiro de Aquidauana

A fiscalização de estoques, ação da Polícia Militar Ambiental, que começou a ser realizada nesta semana em todo o estado de Mato Grosso do Sul já contabiliza apreensões. Nesta sexta-feira (11), a PMA de Aquidauana (MS) apreendeu no Pesqueiro 110, localizado às margens do rio Aquidauana, 23 kg de pescado. O peixe estava cortado e […]

Arquivo Publicado em 12/11/2011, às 16h10

None
A fiscalização de estoques, ação da Polícia Militar Ambiental, que começou a ser realizada nesta semana em todo o estado de Mato Grosso do Sul já contabiliza apreensões.
Nesta sexta-feira (11), a PMA de Aquidauana (MS) apreendeu no Pesqueiro 110, localizado às margens do rio Aquidauana, 23 kg de pescado. O peixe estava cortado e não tinha origem, bem como não fora declarado no estoque do estabelecimento. 
O proprietário do pesqueiro foi autuado administrativamente e multado em R$ 840. No pesqueiro ainda foram apreendidas duas tarrafas e uma rede de pesca, ambos petrechos proibidos.
Próximo ao local, uma pessoa que pescava na outra margem do rio no barranco com molinetes, abandonou os instrumentos e correu pela mata ao avistar os policiais. Dois molinetes foram apreendidos.
Alerta
A PMA ainda informa que a única pesca permitida neste período na bacia do Rio Paraguai e nos rios de domínio do Estado de Mato Grosso do Sul, na Bacia do Paraná é a pesca de subsistência – manutenção da vida. 
Pode pescar apenas o ribeirinho que precisa da proteína do peixe para manutenção de sua vida. Ele pode capturar três kg, ou um exemplar, respeitando as medidas permitidas, porém, não pode comercializar em hipótese alguma. 
A população das cidades lindeiras, bem como pessoas que vão passar o final de semana em ranchos às margens dos rios, não podem pescar de forma alguma.
Nos Lagoas das Usinas do Rio Paraná, pode haver a captura de 10 kg mais um exemplar de peixes exóticos e não nativos da bacia, tais como: tucunaré, corvina, tilápia, bagre africano, porquinho etc.
Jornal Midiamax