Geral

Paulo Corrêa acha que PR elege 15 prefeitos em MS

O deputado estadual Paulo Corrêa, presidente municipal do PR, disse que seu partido deva eleger ao menos 15 prefeitos nas eleições de outubro que vem um deles em Campo Grande. “Temos agora um senador, três deputados estaduais e um deputado federal. Estamos preparados para as eleições”, disse o parlamentar. O candidato do partido, segundo Corrêa, […]

Arquivo Publicado em 21/06/2011, às 15h09

None

O deputado estadual Paulo Corrêa, presidente municipal do PR, disse que seu partido deva eleger ao menos 15 prefeitos nas eleições de outubro que vem um deles em Campo Grande.

“Temos agora um senador, três deputados estaduais e um deputado federal. Estamos preparados para as eleições”, disse o parlamentar.

O candidato do partido, segundo Corrêa, é o deputado federal Edson Giroto. Especula-se no meio político que o PR pode contar com o apoio do PMDB por conta da forte amizade mantida entre o parlamentar e o governador André Puccinelli.

Corrêa criticou ainda a medida tomada pelo prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, do PMDB, que quer demitir os secretários municipais que integram outras legendas.

Nelsinho avisou que pensa em exonerar os secretários de partidos que criticam sua gestão.

O deputado afirmou que a administração do prefeito é falha. Ele criticou a demora de uma obra tocada na rua Paulo Coelho Machado, antiga Furnas, perto do shopping Campo Grande. “A obra já dura um ano e o problema ainda não foi resolvido”, alfinetou.

Paulo Corrêa disse ainda que o PR, embora aliado ao PMDB de Nelsinho, não chefia nenhuma secretaria. Ele avisou que vai consultar os dois vereadores do partido para saber deles se tem recebido “pressão” do prefeito.

O parlamentar informou ainda que no dia 27 deste mês o PR promove um encontro municipal e, em setembro, uma reunião estadual.

Jornal Midiamax