Geral

Partidários e opositores de Mubarak se enfrentam em Alexandria

Partidários e opositores ao regime político do presidente egípcio, Hosni Mubarak, se enfrentaram nesta terça-feira na cidade de Alexandria com socos e empurrões, mas também foram ouvidos tiros na confusão, ainda sem informações de vítimas, informou a emissora de televisão Al Jazeera. O incidente ocorreu em uma praça da cidade às margens do Mar Mediterrâneo, […]

Arquivo Publicado em 02/02/2011, às 01h52

None

Partidários e opositores ao regime político do presidente egípcio, Hosni Mubarak, se enfrentaram nesta terça-feira na cidade de Alexandria com socos e empurrões, mas também foram ouvidos tiros na confusão, ainda sem informações de vítimas, informou a emissora de televisão Al Jazeera.


O incidente ocorreu em uma praça da cidade às margens do Mar Mediterrâneo, pouco depois de Mubarak, em discurso público, anunciar que não tinha intenções de concorrer às eleições presidenciais de setembro. A Al Jazeera entrevistou um dos ativistas, Eslam Kamal, que disse que o choque entre os grupos rivais foi causado por excesso de exaltação. Segundo ele, o Exército, que faz a segurança do local, “está tentando acalmar a situação”.


“O Exército agiu com sabedoria para separar os dois grupos”, destacou Kamal. Para ele, os tiros foram disparados pelos soldados ou pelos civis que colaboram com os militares na vigilância da praça de Alexandria.


Os manifestantes que há vários dias protestam no centro da capital egípcia reagiram com frustração e raiva ao último discurso de Hosni Mubarak, no qual ele anunciou que não tem intenção de concorrer à reeleição em setembro, mas não falou sobre abandonar o poder, tal como reivindicam os opositores.

Jornal Midiamax