Geral

Parada da diversidade sexual reúne cerca de 12 mil pessoas em Campo Grande

A ideia é comemorar os ganhos e os avanços obtidos, como as leis estaduais e municipais, decretos, ações de combate a transfobia, lésbofobia e homofobia no judiciário, executivo e legislativo, segundo os organizadores.

Arquivo Publicado em 24/09/2011, às 20h31

None
1476493745.jpg

A ideia é comemorar os ganhos e os avanços obtidos, como as leis estaduais e municipais, decretos, ações de combate a transfobia, lésbofobia e homofobia no judiciário, executivo e legislativo, segundo os organizadores.

A X Parada da Diversidade Sexual de Campo Grande reuniu cerca de 12 mil pessoas na tarde deste sábado (24), de acordo com a Polícia Militar. A tradicional passeata seguiu pela Avenida Afonso Pena, Rua 14 de Julho, Cândido Mariano, Rua 13 de Maio e Barão do Rio Branco. 
A partir das 21h, um show será realizado em uma casa noturna da cidade, com a presença da Mulher Moranguinho e do DJ Marquinhos Espinosa.  A passeata começou após a fala da Coordenadora da Associação dos Travestis e Transexuais de Mato Grosso do Sul, Cris Stefanny, que seguiu acima do trio elétrico, onde também estava o vereador Athayde Nery (PPS). 
O tema da parada deste ano é “Uma década de conquistas por um Estado sem fanatismo, machismo e homofobia”. A ideia é comemorar os ganhos e os avanços obtidos, como as leis estaduais e municipais, decretos, ações de combate a transfobia, lésbofobia e homofobia no judiciário, executivo e  legislativo, segundo os organizadores. 
Tendas de diversos movimentos sociais estão na Praça para divulgar trabalhos, como a Associação Comunitária de Mulheres de Mato Grosso do Sul, Associação dos Aposentados e Pensionistas de Campo Grande e a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), que está vacinando contra a Hepatite B. 
Jornal Midiamax