Ronaldinho Gaúcho não recebe a maior fatia do seu salário há dois meses. A Traffic, parceira do Flamengo na contratação do jogador e responsável por depositar R$ 750 mil mensais na conta do craque, decidiu suspender o pagamento até que algumas exigências em relação ao acordo sejam atendidas e um novo contrato seja, enfim, firmado – o compromisso entre as partes, até o momento, tem um memorando como única garantia. A parte do clube, de R$ 250 mil por mês, está em dia.

O técnico Vanderlei Luxemburgo disse que não sentiu qualquer diferença no comportamento do principal jogador do grupo e não teme qualquer problema com o astro na reta final do Brasileirão.

– Se ele já está há dois meses sem receber, já era para ter tido algum tipo de interferência. Não é agora que vai acontecer – resumiu.

A presidente Patricia Amorim disse nesta sexta-feira que está tranquila em relação ao futuro da parceria com a Traffic e crê em final feliz na questão do atraso de salário da parte que cabe à empresa.

Neste domingo, com Ronaldinho, o Flamengo entra em campo para uma decisão. O time enfrenta o Cruzeiro, às 17h, no Engenhão. Com 52 pontos, o Rubro-Negro precisa vencer para continuar na zona de classificação da Libertadores e na disputa do título.