Geral

Obama alerta sobre risco do limite da dívida

O presidente americano Barack Obama alertou neste domingo sobre o risco de uma volta à recessão com um novo impasse sobre o teto da dívida americana, após o líder republicano afirmar estar pronto para fechar um acordo. Os Estados Unidos devem atingir o teto da dívida ficada pelo Congresso, de US$ 14,29 trilhões, na segunda-feira, […]

Arquivo Publicado em 15/05/2011, às 16h18

None
O presidente americano Barack Obama alertou neste domingo sobre o risco de uma volta à recessão com um novo impasse sobre o teto da dívida americana, após o líder republicano afirmar estar pronto para fechar um acordo.
Os Estados Unidos devem atingir o teto da dívida ficada pelo Congresso, de US$ 14,29 trilhões, na segunda-feira, criando uma crise de liquidez que coloca o crédito do país risco enquanto os políticos debatem o déficit a longo prazo.
“Se os investidores do mundo pensarem que a plena confiança e o crédito dos Estados Unidos não estão sendo resguardados, ou se eles pensarem que nós podemos não cumprir nossos pagamentos, isso poderia abalar todo o nosso sistema financeiro”, afirmou o presidente americano na rede de televisão CBS.
“Nós poderíamos entrar na pior recessão que já houve. A pior crise financeira pela qual já passamos”, acrescentou Obama.
O presidente da Câmara de Representantes, o republicano John Boehner, afirmou ao programa da CBS “Face The Nation” que está pronto para fechar um acordo e que acredita “ser necessário um aumento no teto da dívida”.
No entanto, acrescentou que deveria ser feita de uma maneira que “aborde a longo prazo os desafios fiscais da América” e que é papel da administração cuidar dos problemas econômicos do país.
Alcançar o limite da dívida não terá um impacto imediato sobre as finanças públicas, porque o Tesouro tem uma margem de aproximadamente 10 semanas de manobras em ajustes de curto prazo, além de um salto inesperado nas receitas no mês de abril.
Jornal Midiamax