Geral

‘O Discurso do Rei’: favorito nos principais prêmios do Oscar 2011

A espera para conhecer os vencedores do Oscar 2011 chega ao fim na noite deste domingo (27). A partir das 22h (horário de Brasília), a 83ª edição da maior festa do cinema mundial tem início no Kodak Theatre, em Los Angeles, com a entrada dos apresentadores James Franco e Anne Hathaway. É a primeira vez […]

Arquivo Publicado em 27/02/2011, às 13h09

None

A espera para conhecer os vencedores do Oscar 2011 chega ao fim na noite deste domingo (27). A partir das 22h (horário de Brasília), a 83ª edição da maior festa do cinema mundial tem início no Kodak Theatre, em Los Angeles, com a entrada dos apresentadores James Franco e Anne Hathaway. É a primeira vez em 24 anos que um casal se encarrega de conduzir a cerimônia e o motivo é um só: audiência.

De olho nos telespectadores de mais de 200 países, a Academia de Hollywood e o canal ABC querem repetir o sucesso do ano passado, quando a premiação foi vista por 41 milhões de norte-americanos, o maior número dos últimos cinco anos, em uma década que só viu resultados negativos – 2008, quando se deu a vitória de “Onde os Fracos Não Têm vez”, registrou a pior audiência desde que o evento passou a ser televisionado e foi vista por 36 milhões de pessoas.

Apesar de ter sido apresentada em 2010 pelos veteranos Alec Baldwin e Steve Martin, a cerimônia contou com vários rostos novos no palco para introduzir os ganhadores, entre eles ímãs de adolescentes como Zac Efron e os astros da saga “Crepúsculo”. Além de repetir a estratégia este ano, os organizadores resolveram radicalizar e escalaram duas jovens estrelas para comandar a festa: James Franco, 32, também indicado a melhor ator por “127 Horas”, e Anne Hathaway, que, aos 28 anos, é a mais jovem apresentadora da história do Oscar.

Seguindo a tradição, Franco e Hathaway devem fazer piadas, cantar, dançar e mudar inúmeras vezes de figurino. O bom humor da dupla já foi registrado em propagandas veiculadas na TV (assista acima) e vai ser colocado à prova em esquetes pré-gravadas envolvendo os 10 indicados a melhor filme. O conceito da festa em 2011, no entanto, vai além e prevê homenagens ao passado do Oscar e a momentos clássicos do cinema hollywoodiano.

Uma amostra foram dois vídeos “vazados” pelos produtores do evento, Don Mischer e Bruce Cohen, na Internet. Em um deles, Franco e Hathaway simulam John Travolta e Olivia Newton-John no filme “Grease – Nos Tempos da Brilhantina” (1978); veja. Em outro, a atriz encarna uma paródia de Madonna no musical “Evita”, com direito a aceno do que seria a sacada da Casa Rosada, em Buenos Aires (assista ao lado). “E o Vento Levou” e “O Senhor dos Anéis” são outros filmes que devem ser lembrados, assim como “O Mágico de Oz”, através da participação do coral P.S.22, de Nova York, composto por estudantes de 10 e 11 anos de escolas públicas, que vão cantar “Somewhere Over the Rainbow” no encerramento.

Ao contrário de anos anteriores, os prêmios honorários a destaques do cinema mundial já foram entregues em novembro. Mesmo assim, Eli Wallach, Kevin Brownlow e Francis Ford Coppola vão subir ao palco para serem homenageados. O cineasta francês Jean-Luc Godard também recebeu a honraria, mas não compareceu ao evento promovido pela Academia no ano passado nem estará no Oscar.

Grande parte dos artistas que entregarão as estatuetas douradas já foi anunciada. A lista é grande – Tom Hanks, Nicole Kidman, Jude Law, Annette Bening, Cate Blanchett, Hugh Jackman, Robert Downey Jr., Javier Bardem, Reese Witherspoon, Mila Kunis, Russell Brand e Matthew McConaughey, entre outros. Scarlett Johansson havia sido confirmada, mas como o pai da atriz sofreu um acidente, ela permanece em dúvida.

Entre os concorrentes, “O Discurso do Rei” é o favorito nas categorias principais, especialmente filme, diretor, roteiro original e ator. “A Rede Social” é a principal ameaça da hegemonia do longa britânico, enquanto Natalie Portman lidera todas as apostas ao prêmio de atriz por “Cisne Negro”. Os outros indicados a melhor filme são “O Vencedor”, “Toy Story 3”, “Bravura Indômita”, “127 Horas”, “A Origem”, “Minhas Mães e Meu Pai” e “Inverno da Alma”.

Uma coprodução entre Brasil e Grã-Bretanha, o documentário “Lixo Extraordinário” enfrenta uma disputa concorrida pelo Oscar da categoria. O filme retrata o trabalho do artista plástico brasileiro Vik Muniz no Jardim Gramacho, o maior aterro sanitário do mundo. Um dos personagens do filme, o catador carioca Tião está em Los Angeles para acompanhar a premiação, junto com o diretor João Jardim e os demais integrantes da equipe.

Veja lista dos filmes cotados

Melhor filme

“Cisne Negro”

“Bravura Indômita”

“A Rede Social”

“Toy Story 3”

“A Origem”

“O Discurso do Rei”

“O Vencedor”

“127 Horas”

“Minhas Mães e Meu Pai”

“Inverno da Alma”

Melhor direção

Darren Aronofsky, “Cisne Negro”

David Fincher, “A Rede Social”

David O. Russell, “O Vencedor”

Tom Hooper, “O Discurso do Rei”

Joel Coen e Ethan Coen. “Bravura Indômita”

Melhor ator

Javier Bardem, “Biutiful”

Jeff Bridges, “Bravura Indômita”

Colin Firth, “O Discurso do Rei”

James Franco, “127 Horas”

Jesse Eisenberg, “A Rede Social”

Melhor atriz

Annette Bening, “Minhas Mães e Meu Pai”

Natalie Portman, “Cisne Negro”

Nicole Kidman, “Reencontrando a Felicidade”

Jennifer Lawrence, “Inverno da Alma”

Michelle Wiliams, “Namorados Para Sempre”

Melhor ator coadjuvante

Geoffrey Rush, “O Discurso do Rei”

Christian Bale, “O Vencedor”

Jeremy Renner, “Atração Perigosa”

John Hawkes, “Inverno da Alma”

Mark Ruffalo, “Minhas Mães e Meu Pai”
Melhor atriz coadjuvante
Melissa Leo, “O Vencedor”
Amy Adams, “O Vencedor”
Helena Bonham Carter, “O Discurso do Rei”
Hailee Steinfeld, “Bravura Indômita”
Jacki Weaver, “Animal Kingdom”
Melhor animação
“Toy Story 3”
“Como Treinar o Seu Dragão”
“O Mágico”

Melhor roteiro original

“Minhas Mães e Meu Pai”

“A Origem”

“Another Year”

“O Vencedor”

“O Discurso do Rei”
Melhor roteiro adaptado
“127 Horas”
“Bravura Indômita”
“A Rede Social”
“Toy Story 3”
“Inverno da Alma”
Melhor filme estrangeiro
“Fora da Lei” (Argélia)
“Incêndios” (Canadá)
“Em Um Mundo Melhor” (Dinamarca)
“Dente Canino” (Grécia)
“Biutiful” (México)

Melhor documentário

“Lixo Extraordinário”

“Trabalho Interno”

“Exit Through the Gift Shop”

“Gasland”

“Restrepo”

Melhor trilha sonora

Hans Zimmer, “A Origem”

Trent Reznor e Atticus Ross, “A Rede Social”

Alexandre Desplat, “O Discurso do Rei”

John Powell, “Como Treinar o seu Dragão”

A.R. Rahman, “127 Horas”

Melhor canção original

“Coming Home”, de “Country Strong”

“I See the Light”, de “Enrolados”

“If I Rise”, de “127 Horas”

“We Belong Together”, de “Toy Story 3”

Melhor edição

“127 Horas”

“Cisne Negro”

“A Rede Social”

“O Discurso do Rei”

“O Vencedor”
Melhor fotografia
“A Origem”
“Cisne Negro”
“A Rede Social”
“O Discurso do Rei”
“Bravura Indômita”

Melhor figurino

“O Discurso do Rei”

“Bravura Indômita”

“Alice no País das Maravilhas”

“I am Love”

“The Tempest”
Melhor direção de arte
“Alice no País das Maravilhas”
“A Origem”
“O Discurso do Rei”
“Bravura Indômita”
“Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1”

Melhor mixagem de som

“Salt”

“A Origem”

“O Discurso do Rei”

“Bravura Indômita”

“A Rede Social”

Melhor edição de som

“Toy Story 3”

“Tron – O Legado”

“A Origem”

“Bravura Indômita”

“Incontrolável”

Melhor maquiagem

“O Lobisomem”

“Caminho da Liberdade”

“Minha Versão para o Amor”

Melhores efeitos visuais

“Além da Vida”

“A Origem”

“Homem de Ferro 2”

“Alice no País das Maravilhas”

“Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1”

Melhor curta-metragem

“The Confession”

“The Crush”
“God of Love”

“Na Wewe”

“Wish 143”

Melhor documentário em curta-metragem

“Poster Girl”

“Strangers no More”

“Killing in the Name”

“Sun Come Up”

“The Warriors of Qiugang”

Melhor curta-metragem de animação

“Day & Night”

“Let’s Pollute”

“The Lost Thing”

“The Gruffalo”

“Madagascar, Carnet de Voyage”

Jornal Midiamax