Novo Código Florestal beneficia empresas que foram multadas por irregularidades ambientais

Na ocasião das doações, o Código Florestal já estava em discussão no Senado Federal
| 07/12/2011
- 23:51
Novo Código Florestal beneficia empresas que foram multadas por irregularidades ambientais

Na ocasião das doações, o Código Florestal já estava em discussão no Senado Federal

O novo Código Florestal deve anistiar a multa ambiental de empresas que financiaram a campanha de 50 congressistas, que contribuíram com as discussões do projeto no Congresso, de acordo com denúncia de revista.

A situação foi apresentada no cruzamento de autos de infração do Ibama com as doações eleitorais contabilizadas pelos partidos, sendo que as contribuições ocorreram durante as eleições de 2010 e totalizaram cerca de R$ 15 milhões.

Na época das doações, a reforma do código já estava em discussão na Câmara. Além disso, os valores superam em 42% o total doado pelas mesmas empresas no pleito de 2006.

Irregularidades

Pelas irregularidades como destruição da vegetação nativa, áreas de preservação permanente e consumir carvão de mata nativa, as empresas foram autuadas em R$ 1,6 milhão.

Aprovado pelo Senado Federal nesta terça-feira (6), com o projeto do novo Código Florestal, as empresas que aderirem a programas de regularização ambiental terão suas multas suspensas e convertidas em serviços de recuperação ambiental.

Veja também

A página foi criada para dar mais transparência sobre publicidade eleitoral exibida por meio de todas as plataformas da empresa

Últimas notícias