Geral

Nova droga Oxi é apreendida pela primeira vez em MS pelo DOF em táxi paraguaio

O novo entorpecente conhecido como ‘Oxi’ foi apreendido pela primeira vez em Mato Grosso do Sul, na região da cidade de Mundo Novo. A apreensão foi realizada na noite desta segunda-feira (2) por policiais do Departamento de Operações de Fronteira, durante bloqueio policial realizado na rodovia BR-163. Foi abordado para fiscalização um veículo Táxi, de […]

Arquivo Publicado em 03/05/2011, às 15h16

None

O novo entorpecente conhecido como ‘Oxi’ foi apreendido pela primeira vez em Mato Grosso do Sul, na região da cidade de Mundo Novo.


A apreensão foi realizada na noite desta segunda-feira (2) por policiais do Departamento de Operações de Fronteira, durante bloqueio policial realizado na rodovia BR-163.


Foi abordado para fiscalização um veículo Táxi, de origem Paraguaia, que tinha como passageira S.L.F., 27 anos, moradora na cidade de Eldorado.


Durante vistorias foi constatado que a jovem transportava amarrado ao corpo um tablete de droga pesando 01 quilo, que a jovem informou ser Oxi, e afirmou que pretendia levá-la até a cidade de Arapongas (PR).


Diante dos fatos, a jovem recebeu voz de prisão e foi encaminhada juntamente com a droga à Delegacia de Polícia Federal da cidade de Naviraí, para providências cabíveis.


O Óxi é derivado da planta Coca, assim como a cocaína e a maconha, a diferença está no modo de preparo. Feito a partir dos restos do refino da cocaína, igual ao Crack, a maior diferença entre as duas drogas está na composição química para que vire pedra. O Óxi recebe cal virgem e querosene para que possa ser vendido mais barato, enquanto ao Crack se mistura bicarbonato de sódio e amoníaco.

Jornal Midiamax